Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Março, 2010

por Vitor Oshiro

O jornal Online Conexão Ciência iniciou suas atividades em 2010. Coordenado pelo professor Mario Benedito Sales, a publicação começou como uma tentativa de suprir o pouco espaço jornalístico que é dado à divulgação científica e, principalmente, em auxiliar a formação dos estudantes de Jornalismo da Universidade Estadual de Londrina.

Ao longo de 7 anos, o Conexão Ciência já divulgou a evolução de inúmeros projetos, entrevistou pesquisadores, noticiou descobertas e cobriu muitos eventos da área.

Vale a pena conferir no site do jornal ou em seu blog.

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

É um dos milhares de leitores assíduos do Londripost (meu pai, minha mãe e meu cachorro)? Fica entrando de minuto em minuto para ver se há alguma postagem nova? Esta ansiedade para saber quando haverá uma nova postagem está quase te causando uma úlcera?

Seus problemas acabaram.

Para acompanhar nossas postagens e todos os comentários de bastidores, siga o twitter do Londripost.

Só falta você. Venha conferir. (Este fim foi só para ficar com cara de propaganda do Carrefour)

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Não tem lágrimas”

Foi o que afirmou o promotor Francisco Cembranelli sobre o choro de Alexandre Nardoni  no julgamento que determinará se Alexandre e sua esposa, Ana Carolina Jatobá, são culpados ou inocentes do assassinato da garota Isabela Nardoni.

Read Full Post »

por Lígia Zampar

# Inglêiz eu não sei, maiz heim portuguêiz eu çôu fera

# O mundo precisa de mais gênios humildes! Hoje em dia somos poucos… # É melhor duas abelhas voando do que uma na mão

 # A humanidade está perdendo seus maiores gênios… Aristóteles faleceu, Newton bateu as botas, Einstein morreu, e eu não estou passando muito bem hoje

# Canela: dispositivo para se encontrar móveis no escuro # Evite acidentes. Faça de propósito

# O que o instrutor da escola de kamikazes disse para os alunos? -Prestem atenção que vou fazer só uma vez.

# É chato ser bonito. Mas é muito mais chato ser feio.

# A mentira é uma verdade que se esqueceu de acontecer # Afogamento é uma coisa que deixa a gente com água na boca

 # Por maior que seja o buraco em que você se encontra, pense que por enquanto, ainda não há terra em cima

 # Se alguém lhe jogar uma pedra, mostre que você é diferente, jogue um tijolo!

 # Eu queria morrer igual ao meu avô, dormindo bem tranquilo… e não gritando desesperadamente, como os 40 passageiros do ônibus que ele dirigia

# Deus dai me paciência para aguentar meu chefe, porque se me der força eu bato nele!

# O amor é como capim: você planta, ele cresce… aí vem uma vaca e acaba com tudo!

# Quando as luzes estão apagadas, todas as mulheres são bonitas. # Um aposentado tem entre as pernas outro aposentado.

# Não confundir espingarda de caçar rolinhas com espinafre de caçarolinha.

# Não confundir Capitão de fragata com cafetão de gravata.

# Conversa entre dois tobogans: Como os anus passam depressa.

# Mulher de amigo meu é que nem violino: Eu viro a cara e meto a vara! # Coração de mulher é igual circo, sempre tem lugar pra mais um palhaço.

Para ler mais, clique aqui.

Tirado do Cogumelo Louco!

(mais…)

Read Full Post »

por Fernanda Cavassana

Empolguei, confesso, com o título, com a matéria e com o espaço dedicado a minha amada londrina na grande imprensa.

Saiu hoje, no caderno de Turismo da Folha de São Paulo: “Universitários ditam o ritmo de Londrina (PR)”.

A reportagem me conquistou, por abordar a cidade bem com a cara que eu dou a ela:

“Difícil encontrar quem passa por Londrina (norte do Paraná) e não se encanta com ela. O jovem município, de 75 anos, nasceu dos cafezais. Hoje, é uma cidade universitária. São dez centros de ensino superior, sendo uma universidade estadual e outra federal.

Entre os cerca de 510 mil habitantes, os estudantes dão o tom à região central, repleta de bares e casas noturnas. A diversidade propiciada pelos mais de cem cursos se traduz na agitada vida noturna, com opções para diferentes gostos e bolsos.

No campo cultural, Londrina é lembrada por importantes nomes das artes e da cultura nacional, como é o caso do músico Arrigo Barnabé, do dramaturgo Mario Bortolotto e do escritor Domingos Pellegrini. Entre os festivais, destaca-se o Filo (Festival Internacional de Teatro), que há mais de 40 anos abriga em seus palcos peças brasileiras e internacionais, com duas semanas de programação.

Londrina foi construída por imigrantes, especialmente japoneses, italianos, alemães e seus descendentes. Sua história de colonização é bastante interessante: as terras da região foram compradas pelo emblemático Lord Lovat, que buscava repetir o sucesso de seu empreendimento no Sudão, país da África, onde mantinha o cultivo de algodão.”

Nem as festas de república ficaram de fora… “Tomado pelo público jovem, é comum encontrar festas de repúblicas estudantis e churrascos promovidos por grupos acadêmicos” (leia mais aqui)

O caderno também trouxe matérias contando um pouco da história da cidade e do café…  “o grão ainda é um ícone forte na cidade. O maior shopping se chama Catuaí, o maior teatro chama-se Ouro Verde e um dos hotéis, Sumatra. Todos nomes de variedades de café.” (link aqui)

Ainda não conheci alguém que não goste da pequena londres, que venha para cá e não se apaixone. Difícil achar o vestibulando que não queira essa vida universitária, e aquele formado que desejaria continuar por aqui.

Leia a matéria da Folha de São Paulo, ou compre a edição impressa – como eu farei, nem que seja para guardar.

Read Full Post »

por Lígia Zampar

E você que achava que a educação no Brasil estava prosperando…Que a inclusão digital era mais uma forma das pessoas aprenderem… (CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)

Tirado do Não Salvo!

Mais?Aqui!

Read Full Post »

Por Fernanda Cavassana

Definitivamente, eu e hospital não combinamos!

Fujo, sempre. Odeio tomar remédios, odeio ter que ficar olhando pra cara de dó de médico. Porque o difícil é eu ir lá sem ter nada.

Apesar de que, ontem eu fui. Passar uma tarde toda no HU fazendo entrevistas.

Primeira entrevista e pauta: serviço voluntário. Fonte:  uma paciente internada.

– Você tem contato com os prestadores de serviço voluntário aqui no hospital?

-Não.

(minha cara no chão e já me perco nas perguntas que viriam depois, lógico que na espera de um sim)

-O Sr que está na sua frente é um, sabia?

-É? Mas eu só vi ele hoje.

Não consegui extrair mais nada dela. Aliás, não consegui nenhum outro entrevistado. Uhul!

Entre essa e a outra entrevista, que tal doar sangue?

Meu tipo é o O positivo, ótimo: doador universal e o hemocentro feliz em recebê-lo.

Mas não deu. Fui furada mais vezes que o necessário, estou com escassez de hemoglobina no sangue, se eu doar pode me fazer falta. Resultado: fui impedida pelo médico de realizar a doação. Minha cara é recolocada no chão e eu sou chamada de pré-anêmica. Rá. Eu gosto de doar sangue pó, me deixa salvar alguma vida?

Minha colega de estágio, de blog, e de torcida pro Bauru Basquete, doa sangue e eu aguardo, formulando pauta. Essa última tinha que rolar, e ia ser tudo bonitinho.

Até que foi. Conseguimos entrevistar a enfermeira – que por sinal cuidou antes da querida Lígia que passou mal depois da doação, sem nenhum problema. Talvez, meu tropeço e tombo no departamento, na frente de algumas pessoas, possa ser outro indício de azar. Mas que culpa eu tenho se tinha um ressalto ali, bem alto por sinal. Sorte que o balcão da secretária estava ali e impediu que minha cara fosse ao chão pela terceira vez.

Tá, nisso até que eu tenho sorte. Quase nunca caio. Tropeço, confesso. Mas tombo mesmo só alguns, e com platéia (lógico).

Acho que o azar ultimamente tem andado com o meu contato com os hospitais. Ano passado consegui a proeza de fechar o CECA com uma sinusite e com a pressa de um médico.

Ah, preciso lembrar a façanha de sexta passada, quando fui parar no Hospital das Clínicas com um espinho GIGANTE de peixe na garganta. Chega! Azar eu tenho sempre e minhas histórias – piadas pra quem ouve ou lê – dariam muitas algumas crônicas. Deixo só essas para a quarta de hoje.

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »