Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Novembro, 2010

Recomendamos hoje um evento importante para a cidade, para as pessoas envolvidas com a Cultura e a Comunicação em Londrina, bem como estudantes que se interessem pelo tema:

A Vila Cultural Alma Brasil realizará no dia 04 de dezembro o evento “Comunicação e Políticas Culturais”, com entrada franca. O evento contará com uma mesa-redonda às 9h que discutirá temas acerca das políticas culturais e sua relação com a comunicação, tanto no cenário local, como no nacional. Em seguida, às 14h, será realizada uma plenária para eleger o Conselheiro de Mídia do Conselho Municipal de Cultura de Londrina.

A mesa-redonda contará com a participação de Kennedy Piau que falará sobre os conceitos de Comunicação e Política Cultural e abordará algumas possíveis tarefas da área de comunicação nas políticas públicas de Londrina. Participará da mesa-redonda também Valdir Grandini, o Dentinho, que falará sobre o tema “Comunicação e Redes de Ação Popular”. Juliana Franco, do Núcleo de Comunicação Popular e Comunitária da Alma Brasil mediará a mesa-redonda e, posteriormente, abrirá a mesa para debate.

O evento é aberto a todos e os organizadores convidam a sociedade a participar e discutir o assunto.

Serviço

Núcleo de Comunicação Popular e Comunitária – AlmA Brasil

Endereço: Rua Mar del Plata, 93 – Vila Rodrigues

Telefone para contato: (43) 3326-2672

Read Full Post »

por Leonardo Caruso

“Os equipamentos foram facilitadores desses confrontos. Os equipamentos, os carros blindados que nos apoiaram, os carros da Marinha. Poderiam ser combates muito mais duros, com um prazo muito maior, com um número de feridos muito maior. E esses veículos nos deram uma vantagem muito grande e pretendemos continuar usando esses equipamentos no futuro”

Comandante da Polícia Militar do Rio, coronel Mário Sérgio Duarte, sobre a utilização de equipamentos especiais durante operação na Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro.

Read Full Post »

Tem coisa pior que uma foto que te pega desprevenida? Tem. Você ser uma celebridade e o mundo inteiro ver essa foto.

Sintam o drama…

de manhã... aquele bocejo!

nem a suri cruise ficaria bonitinha de manhã

tomando caldo e pagando peitinho 🙂

kate quase de pijama

keira depois de uma noite de febre

pasmem, é a pamela anderson!

courtney love, especialista em fotos tensas

”]

rihanna, uma aprendiz de foto tensa e visual tenso

 

Read Full Post »

Inveja

Por Fernanda Cavassana

Eis que no meio da tarde, no meio de tanta coisa para eu fazer, no meio de um trabalho fotográfico, aparece

Inveja. Queria eu ser pessoa que ela era. Queria eu ter uma tarde disponível para uma leitura. Ultimamente nem os livros da faculdade – obrigatórios – acabam lidos. Férias, vem logo? Vem correndo. Porque nessas, eu vou passar grudada nos meus 10 zerados que clamam por atenção.

Read Full Post »

por Lígia Zampar

Terça-feira é dia de Recomendamos, e de terça-feira, quinzenalmente, é dia de Terça Tilt.

Tilt é uma balada do bar Valentino, que é para todos os gostos e pessoas. Segundo Desirée Molina, que discoteca no bar, a tilt é pra dançar até os pés gritarem por socorro. É um lugar que você pode ir de tênis ou de salto e ninguém acha estranho. 

Nesta terça-feira, os djs Nelo, Katy K e Desirée vão ser os responsáveis pelo som da noite. è bom aproveitar porque a próxima é só daqui 14 dias!

Read Full Post »

por Lígia Zampar

Quando um aluno não sabe a resposta de uma questão de qualquer prova, o que ele faz? Inventa!

E isso, sinceramente, deveria valer nota! A criatividade é uma coisa rara, única e com certeza fica longe da resposta esperada…

do Não Salvo

do Não Salvo

do Não Salvo

Read Full Post »

por Leonardo Caruso

Morar na bagunça.

Até pouco tempo eu estava me sentindo um estranho, alguém fora do ninho. Meu apartamento é totalmente bagunçado, muitos livros e CDs jogados, roupa por toda a casa (que é minúscula, por sinal), a cama não arrumada (e já tem mais de mês isso), além das minhas tralhas e minha guitarra. Ah, e sempre com aquela quantiazinha de louça a lavar.

Isso, para os padrões de um estudante de jornalismo médio (aqui na UEL) é uma coisa de outro mundo. Todas as casas e apartamentos que visitei sempre estiveram limpos e arrumados. E isso me perturbava. Não é possível que em 2 anos eu tenha relaxado tanto com a faxina de casa…

E não relaxei. O que aconteceu é que eu simplesmente mudei de nicho. Estava habituado a morar com outras pessoas. E outras mais nos “visitavam” TODO dia. Havia uma sala, havia TV, havia almoço coletivo. Era praticamente uma república. E foram as repúblicas que andei visitando ultimamente que me fizeram perceber que a bagunça é a essência de uma vida universitária. Não ela como causa, mas conseqüência.

As repúblicas do meu irmão (em Campinas) e de meus amigos (em São Carlos) são belos exemplos de uma vida universitária longe dos pais: uma bagunça organizada. As roupas sempre estão em algum canto, a mesa sempre tem uma garrafa de alguma coisa ou então um computador, o sofá da sala tem cara de que alguém dormiu por lá mesmo (isso quando o próprio alguém não está com o corpo estiradão). Não podemos nos esquecer das bugigangas espalhadas pela casa e principalmente aquela louça na pia, esperando para ser lavada.

Tudo isso não é relaxo, mas é que como universitários temos muitas coisas para pensar, muitas para fazer. As listas de estudos, o estágio, as baladas, os churrascos e bebedeiras com os amigos. O tempo gasto para nos formarmos, para trabalharmos para nos sustentarmos e, acima de tudo, o tempo de aproveitarmos a companhia dos amigos.

E nesse carrossel todo, a bagunça é irrelevante. É a hora em que o jeitinho é útil, necessário e bem vindo. É sinal de que estamos aproveitando o tempo.

Minha maratona “republicana” me deu uma saudade das brigas pra ver quem vai lavar a bendita louça, quem vai no supermercado ou por ter acordado o amigo com som alto. As minhas andanças só me fazem querer que dezembro chegue e eu possa me mudar.

Além de tudo que escrevi até agora, tem o essencial, que guardei em segredo: vou ser vizinho de uma padaria 24h! E acho que isso é o que mais sinto saudade em qualquer república e é o que está faltando pra minha bagunça.

Read Full Post »

Older Posts »