Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Agosto, 2011

Por Francielly Camilo

Dia 07 de setembro comemora-se o Dia da Pátria, mas para muitos é também um dia de luta, de mostrar que não basta uma independência politicamente formal, a verdadeira independência passa pela soberania da nação. É neste intuito que desde de 1995 este dia foi escolhido para as manifestações do Grito dos Excluídos.

Segundo a secretaria nacional do grito, esta manifestação popular é “carregada de simbolismo, é um espaço de animação e profecia, sempre aberto e plural de pessoas, grupos, entidades, igrejas e movimentos sociais comprometidos com as causas dos excluídos”, além disso busca chamar a atenção da sociedade para a crescente exclusão social brasileira.

As atividades realizadas pelo país são diversas e de acordo com a realidade de cada uma. Em Londrina é costume se fazer uma marcha com uma intervensão no desfile cívico de 7 de setembro não programada pela organização do mesmo. Segundo um dos organizadores do fórum do grito dos excluídos na cidade Renato Munhoz, a programação começa com a acolhida e café da manhã da comunicade Rainha dos Apóstolos e Pastorais da Arquidiocese. “Depois celebramos e conclamos a marcha, caminhamos e em seguida temos uma grande partilha de alimentos. Vale a pena conferir esse momento”, explicou.

Este ano o grito refletirá o tema “Pela vida grita a terra, por direito todos nós”, que caminha, de acordo com Munhoz, por duas vertentes de discussão, a primeira em sintonia com a Campanha da Fraternidade 2011, “queremos lutar pelos direitos da vida da Terra que também garante a nossa vida”, diz. A segunda temática é a luta pelos direitos básicos do homem “fazendo uma análise de conjuntura da atual condição brasileira vemos que a luta por direitos precisa vir da organização polular, porque se formos esperar do governo provavelmente será subjulgada a interesses privados e individuais” explica Munhoz.

O Grito foi concebido para ser um processo de construção coletiva, neste mutirão estão juntos Pastorais Sociais, Semana Social Brasileira, Movimentos Populares, sociais e sindical, Campanha Jubileu, Grito Continental, Igrejas, Mutirão contra a Miséria e a Fome e pessoas da sociedade civil que acredita neste outro mundo possível. “Assim como o povo gritou no deserto e Deus ouviu, gritamos com força, para que a Libertação aconteça” conclui Renato Munhoz, convidando a todos para fazer parte desta contrução popular.

Serviço

Grito dos Excluídos

Dia: 07 de setembro de 2011

Local: Paróquia Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos

(Av. Tiradentes, 43- Jd. Shangri-lá A)

Horário: 8h00

*Levar algum alimento para ser partilhado 

Anúncios

Read Full Post »

Só os grandes

Times de futebol associam-se à lutadores de MMA
Por Thaís Yamanari
Neste último sábado, o Ultimate Fighting Championship veio para o Brasil e o combate 134 foi substituído por UFC RIO. No octógono, os brasileiros brilharam e deram ao público o espetáculo que prometeram. Curiosamente, algumas diferenças foram observadas. Só aqui a torcida canta e vibra como num estádio de futebol.
Além disso, o esporte bretão esteve associado a alguns lutadores neste dia. Anderson Silva, do card principal, derrotou o japonês Yushin Okami com a camisa do Corinthians. Desde 2006 invicto, o brasileiro praticamente humilhou o adversário no segundo round e diversos comentaristas não conseguem identificar um oponente à altura. Há discussões sobre a categoria e Silva já disse em coletiva que para derrotá-lo, apenas o seu clone.
Já o curitibano Maurício Shogun, dias antes, foi procurado pelo Coritiba e o Palmeiras, mas preferiu lutar sem nenhum desses apoios. “Eu sou um profissional, recebi a proposta e não considerei justa. Para assinar com um clube de futebol, teria que ser algo bem pensado”, explica Shogun. Pior para os clubes, pois a luta foi uma das mais comentadas da noite e Shogun venceu por nocaute (leia-se marteladas) o norte-americano Forrest Griffin.

Read Full Post »

Acontecendo hoje

Por Laura Almeida

Que tal aproveitar esta terça-feira quente e ensolarada para fazer um programa cultural diferente? O Londripost te dá as opções!

*

Como parte do projeto “Momento do violão” Flávio Apro faz recital hoje no Museu Histórico de Londrina. Apro é chefe do Departamento de Música da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Doutor em Música pela ECA-USP, com pesquisa sobre ”Folias de Espanha” e  já lançou um CD no qual interpreta composições de Mignone.

Serviço:

Museu Histórico de Londrina: Rua Benjamin Constant, 900

Informações pelos telefones: (43) 3323-0082 e 3324-4641.

*
Estreia hoje no Beer House, o Londrina Jams. Com a intenção de abrir espaço às terças feiras para apresentações de artistas locais, o projeto pretende trabalhar diferentes estilos musicais. A primeira banda a se apresentar é o Ska Buzz que tocará versões de Ska e de outros estilos musicais.

Serviço:

Londrina Jams:  21h

Ingressos: R$5,00

Beer house: Rua Professor João Cândido, 872.

*
Isabel Santa Cecília inaugura exposição nesta terça às 20h30 na galeria de vidro da Bahiarte, na Casa Conceito 2011. É a primeira exposição individual da artista em Londrina, que já teve seus trabalhos expostos em Nova York, Portugal, Itália, França e Alemanha. Na galeria, o público poderá conferir de 15 a 20 obras de Isabel, feitas, em sua maioria, com papel.

Serviço:

Abertura: 20h30

Endereço: R. Ademar Pereira de Barros, 555, Jd. Bela Suíça.

Informações: 3324-4707.

Read Full Post »

Um homem foi baleado ontem, depois de ser assaltado, logo após descer de um coletivo na zona norte de Londrina, no Jardim Paulista. Adriano Barbosa Alves (32) foi obrigado a entregar todo o dinheiro e vários cartões de passes, que vendia no Terminal.

Durante o assalto, o ladrão disparou um tiro na cabeça da vítima. Apesar da fratura no crânio, a Adriano Alves sofreu apenas lesões leves e passa bem após ser socorrido pela equipe da Siate e ser encaminhado para a Santa Casa de Londrina.

Ontem também, na zona lesta da cidade, em um bar do Jardim Interlagos, um morador de rua foi espancado por quatro homens com tacos de sinuca. Moisés Souza de Bueno (47) conseguiu escapar da briga e procurar a viatura da Polícia Militar que rondava pelo bairro. Bueno sofreu diversas fraturas nas costelas e nos braços e foi encaminhado ao Hospital da Zona Sul de Londrina.

Nas duas ocorrências, a PM realizou patrulhamento nas ruas do bairro, mas não encontrou os responsáveis pelos crimes. Já na zona norte da cidade, a P2 (serviço de inteligência da PM) prisão de três homens acusados por tráfico de drogas na rua Barão do Jaraguá.

Foram presos Magani Alves Belima (33), Paulo Salomão Lopes (22), Gilberto Rado Júnior (32), com um quilo de crack, 23 gramas de cocaína e 30 gramas de maconha. Além de vários celulares, R$ 1,5 mil reais em notas e um carro que a polícia acredita ser roubado. Os acusados foram presos em flagrante por tráfico de drogas e encaminhados para a 10ª Subdivisão Policial de Londrina. (com informações do Bondenews)

 

Read Full Post »

Por Daniela Brisola

Enquanto o prefeito de Londrina, Barbosa Neto, nega a crise na saúde, a Câmara de Vereadores faz uma sessão ordinária, hoje (30), a partir das 14h, para debater o tema e buscar diagnósticos e soluções.

Durante um período de quatro horas, os vereadores vão debater, juntamente com autoridades da área da saúde do município e do Estado, representantes dos prestadores de serviço (hospitais públicos e particulares), representantes dos usuários do SUS (Conselho Municipal de Saúde), representantes das universidades locais, além de lideranças e entidades que atuam na área da saúde em Londrina.

A autoria do requerimento da sessão é da vereadora Sandra Graça (PP) que propôs a composição de uma Mesa Técnica com a participação de todos os segmentos envolvidos, para a elaboração de uma nova proposta de gestão para a saúde de Londrina.

Assembleia Legislativa

Além da discussão na Câmara de Vereadores, a Assembleia Legislativa do Paraná aprovou, por unanimidade, ontem (29), um requerimento que propõe a criação de uma Comissão Especial para investigar a gestão da saúde em Londrina.

A proposta é de autoria do deputado Luiz Carlos Cheida (PMDB) e tem o objetivo de conversar com a administração municipal, o Ministério Público (MP), o sindicato dos hospitais, a Associação Médica de Londrina e diretores dos hospitais para saber se existe algum furo na gestão municipal.

Todas as pessoas convocadas serão obrigadas a prestar esclarecimentos. Ao final da investigação, o relatório será apresentado em plenário e a comissão tem o poder de apontar os culpados e responsabilizá-los.

Com informações do O Diário e Jornal de Londrina.

Read Full Post »

Segundo a perícia, 15 tiros foram disparados contra o local

Por Letícia Nascimento

A sede da RPC TV Maringá (afiliada da Rede Globo) e do site Gazeta Maringá, foi alvo de um atentado, na madrugada de segunda-feira (29). Dois homens, em um motocicleta, dispararam 15 tiros contra a recepção e a cozinha do imóvel, que fica na zona 5 da cidade. Um dos seguranças do prédio estava no local no momento do atentado, mas ninguém ficou ferido.Um ataque semelhante ocorreu no prédio da Câmara Municipal de Maringá, há um mês.

De acordo com o jornal Gazeta do Povo, a Polícia Civil apurou que os tiros na RPC TV partiram de armas calibre 40 e 9 milímetros. Além dos vidros, aparelhos televisores foram destruídos. Segundo o delegado, Osnildo Lemes, a arma foi utilizada por bandidos de alta periculosidade, geralmente envolvidos com o narcotráfico. “Não são pessoas comuns, que quisessem fazer qualquer tipo de protesto”, informou Lemes. A polícia abriu inquérito para investigar a autoria do ataque, ocorrido por volta de 1h20 e registrado pelas câmeras de monitoramento.

A RPC TV informou em comunicado que “desconhece qualquer razão que possa ter motivado o atentado. A empresa vai aguardar a conclusão do inquérito policial para se pronunciar”.

Repúdio

Em matéria do Jornal de Londrina, comunicados de diversas entidades mostraram total reprovação pelo atentado. Para a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) “a ação criminosa é uma evidente tentativa de intimidação ao veículo de comunicação que é reconhecido por sua linha editorial independente e o seu compromisso com os interesses da comunidade”.

A nota assinada pelo presidente da Abert, Emanuel Soares Carneiro, continua: “A Abert repudia com veemência mais este ataque a uma emissora brasileira, e insiste na necessidade de que autoridades assegurem às empresas de comunicação e a seus profissionais o direito ao livre exercício da atividade jornalística. E, principalmente, que não deixem impunes os responsáveis por esses crimes”.

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná expressaram, em nota conjunta, a perplexidade em relação ao ocorrido. Para as entidades, “o atentado – covarde e potencialmente mortifero – reflete a situação por que passam os jornalistas e a imprensa no Paraná e no Brasil: desrespeito, intimidação e restrição à autonomia de trabalho”.

A nota faz menção à agressão sofrida por uma jornalista, na semana passada, em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, além de lembrar do artefato explosivo lançado contra a sede da RPC TV Curitiba. “O espaço de liberdade, informação plural e livre e de ampla independência para o trabalho da imprensa, realidade pela qual todos ansiamos, parece ainda estar longe de se consolidar no Brasil”.

De acordo com a Fenaj, somente no ano passado, 43 jornalistas foram agredidos ou mortos no exercício ou em função dele. “A atividade da imprensa no país ainda incomoda diversos setores que, incapazes de conviver com a diversidade de visões numa sociedade democrática, atribuem a si mesmos o direito de censurar a imprensa por meio de ameaças, agressões, coações e chantagens a jornalistas. Não pode haver imprensa livre se estes setores não perceberem, sob o rigor da lei, que tais condutas são inadmissíveis”.

Read Full Post »

Após a classificação do Londrina para a Primeira Divisão do Paranaense, o técnico Cláudio Tencatti afirmou, em entrevista ao JL, que as prioridades agora são a Série D e a Copa do Brasil, competições nacionais, organizadas pela CBF. Tencatti contou que desde a primeira rodada já acreditou no potencial do time, mas se preocupou com o estilo de jogo, mais cadenciado, característico da Primeira Divisão.

Segundo Tencatti, o momento de maior insegurança do campeonato foi no último jogo contra o Foz de Iguaçu, quando o título escapou no último momento. O Londrina ganhava de 3 a 1 até os 44 minutos do segundo tempo, quando aconteceu o segundo gol, e acabou sofrendo o empate aos 48 minutos.

O treinador acredita que o momento é de planejamento, e que alguns jogadores serão emprestados nos próximos meses, mas o goleiro Danilo e o artilheiro Warlley permanecem, e a príncípio, a defesa também.

 

Com informações do Jornal de Londrina.

Read Full Post »

Older Posts »