Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘barbosa neto’

O anúncio foi feito durante a coletiva semanal do prefeito; o objetivo é preencher as duas mil novas vagas para o programa

Por Daniela Brisola

Entre tantos anúncios feitos pelo prefeito Barbosa Neto durante a coletiva de ontem (10), vale destacar que os jovens interessados em participar do Programa Pro Jovem Trabalhador – Juventude Cidadã vão poder se inscrever em mutirões que serão feitos nos próximos dias na cidade.

A equipe do programa estará presente de sexta (11) a segunda-feira (14) na Feira Super Touros Londrina 2011, realizada no Parque Ney Braga, e no feriado (15), das 16h às 20h, no Zerão, para efetuar as inscrições dos jovens. Para incentivar a participação dos jovens, o mutirão que será no Zerão contará com a presença de bandas se apresentando. “Queremos dar mais visibilidade ao Programa. É importante que os jovens de baixa renda saibam da existência do Pro Jovem”, afirmou o prefeito.

Para quem não sabe, o Programa Pro Jovem Trabalhador é voltado para jovens de 18 a 29 anos que tenham o interesse em se capacitar em sete áreas oferecidas: administração, alimentação, comunicação e marketing social, construção e reparos, telemática, turismo e hospitalidade e vestuário. Estão abertas duas mil novas vagas para os cursos que vão ter duração de seis meses e serão realizados nos turnos da manhã, tarde e noite em locais espalhados pela cidade.

O objetivo do programa é qualificar os jovens de baixa renda interessados em participar profissionalmente com a intenção de inseri-los no mercado de trabalho. Para isso, o Pro Jovem oferece bolsa-auxílio de R$ 100 mensais, durante os seis meses de curso, mais vale transporte, material pedagógico, uniformes e lanche.

Segundo a coordenadora do Sistema Nacional de Empregos (SINE) de Londrina, Neiva Vieira, ressaltou a importância do projeto. “É um programa de profissionalização com a intensão de preparar esses jovens para o mercado de trabalho”, ressaltou. Além dos cursos profissionalizantes, os jovens podem aprender sobre direito trabalhista, noções de informática básica, aulas de etiqueta e de como se portar no mercado de trabalho.

Anúncios

Read Full Post »

Projeto de vereador é retirado de pauta na quinta-feira e prefeito cogita opções para a antiga Lei

Por Thaís Yamanari

O vereador Roberto Fu (PDT) retirou de pauta, por tempo indeterminado, o projeto de lei 161/2011, que propõe a derrubada da chamada ‘Lei da Muralha’ (9.689/2005 10.092/2006) criada na gestão do ex-prefeito Nedson Micheleti (PT). A Lei proíbe a implantação de supermercados e home centers com área de venda maior que 1.500 e 500 metros quadrados, respectivamente, no quadrilátero central de Londrina.

O pedetista optou por retirar seu projeto de pauta para não perdê-lo, já que precisa de 13 votos de para a derrubada do parecer jurídico/político da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) – que se posicionou contra a tramitação do projeto, sob a alegação de que o fim da ‘Muralha’ prejudicaria os pequenos comerciantes. Apesar das dificuldades, o vereador disse que não vai desistir do projeto até provar que ele não é inconstitucional.

Na semana passada, na coletiva semanal, o prefeito Barbosa Neto (PDT), que tinha se posicionado contra o projeto de Fu, se mostrou mais flexível e cogitou opções `Eu acredito que um estudo mais aprofundado de empresas e técnicos especializados poderiam somar ao que o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPUL) levantou de premissas em relação a esse projeto. Não se trata apenas de supermercados ou home centers, a minha visão é mais ampliada, todo gerador de impacto que vá prejudicar a qualidade de vida da população precisa ter a responsabilidade de investir para mitigar esse desnível que acaba ocorrendo por esses geradores’, argumentou o prefeito.

Depois que o projeto do vereador do PDT foi retirado de pauta, Barbosa Neto disse que será feito um estudo completo e aprofundado para modernizar a ‘Lei da Muralha’, dando mais liberdade para o comércio na cidade, justamente para não ferir o princípio da livre concorrência, apontado pelo projeto do pedetista.

Read Full Post »

Categoria aprova a medida proposta pelo prefeito Barbosa Neto

Por Laura Almeida

A prefeitura anunciou no último dia 01, uma proposta de reajuste salarial para os professores da rede municipal de educação. O anúncio do novo projeto faz com que, junto com outras iniciativas, praticamente 100% dos servidores recebam pelo menos 13,5% de reajuste este ano, mais 3,5% em fevereiro de 2012, totalizando 17% de reposição das perdas acumuladas na última gestão.
”Os professores estavam fora dos outros projetos. Não iam receber nada apesar de há muito a prefeitura reconhecer publicamente a situação de defasagem e desvalorização destes profissionais. Por isto consideramos um avanço conquistado com mobilização e pressão”, resume o presidente do Sindserv, Marcelo Urbaneja.
Para o presidente da entidade, a incorporação do Produt (Programa de Gratificação por Produtividade), uma reivindicação antiga dos professores, inclusa neste novo projeto do Executivo, também é um ganho importante.

O que é Produt?
O Produt foi criado na gestão do prefeito Nedson Micheleti (PT), com o nome de Prodap (Programa de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento dos Professores), com a intenção de prover verba para compras de livros, material de informática e produtos em geral, que pudessem auxiliar no aperfeiçoamento do professor.
Para receber o repasse era preciso apresentar notas fiscais dos produtos adquiridos. Esta iniciativa, na gestão atual, foi transformada em Produt. O que está sendo proposto agora é que o Produt seja incorporado ao salário dos professores.
“A incorporação não é no salário básico e sim em um código aparte com gratificação, porém com desconto da previdência garantindo assim que possam ter o valor no momento da aposentadoria”, explica a professora Marlene Valadão, ex-presidente do Sindserv e membro da Associação de Professores Municipais de Londrina (Aproml).
De acordo com o Produt, os professores que trabalharem 4h por dia terão um abono de R$ 250 adicionado ao salário. Já para os que trabalharem 6h, a gratificação passa para R$350 e os que trabalharem 8h receberão, de acordo com a proposta, R$500.

A medida foi bem recebida pela categoria, que já vinha se mobilizando há tempos para obter o beneficio. “A associação de professores já vem discutindo com o prefeito a incorporação do Produt desde o ano passado, quando fez inclusive adesivos da campanha para que os professores colassem nos seus carros pedindo pela incorporação do Produt”, afirma Valadão.
No total, o impacto previsto por mês é de R$800 mil para os cofres municipais e não há previsão de implantação, pois os projetos que incorporam o benefício ao salário ainda precisam de aprovação da Câmara de Vereadores.

Read Full Post »

Por Marcia Boroski

A secretária municipal de Saúde de Londrina, Ana Olympia Dornellas, se licenciou do cargo. O afastamento temporário seria para a conclusão da sua dissertação de mestrado. A Secretaria será assumida pelo diretor-executivo da Secretaria Municipal da Saúde, Márcio Nishida, que deve ficar no cargo até 9 de setembro.

Ana Olympia comanda a Secretaria que se transoformou no setor mais frágil da administração municipal. Ainda assim ela saiu ilesa da Operação Antissepsia, deflagrada no dia 10 de maio e que apurou irregularidades nos contratos com as Oscips. Em depoimento prestado na Justiça, ela confirmou a participação direta da primeira-dama Ana Laura Lino em decisões da Secretaria da Saúde. A expectativa é de que Ana Olympia não volte após o término das férias.

Caso isso aconteça, Ana Olympia entrará nas estatísticas de trocas de secretários na gestão de Barbosa Neto (PDT). Para Nishida fica a tarefa de lidar com a crise atual.

Read Full Post »

Por Fernanda Cavassana

Com Fernando Kireeff, já são 33 secretários que deixaram a gestão municipal, em 26 meses de governo de Barbosa Neto (PDT). Dos 27 cargos que compunham o primeiro escalão de Barbosa Neto, apenas sete permaneceram na equipe.

As causas dessas mudanças são as mais diversas. O ex-presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanismo, Nelson Brandão, recebeu, após chegar da pescaria no feriado em abril de 2010, a carta de demissão. Na ocasião, o prefeito Barbosa Neto afirmou que a ausência de quatro dias não poderia ser justificada com a pescaria.

Já Fidélis Canguçu deixou o cargo de Procurador Geral ao ser preso na Operação Antissepsia em maio deste ano. A denúncia partiu do Ministério Público que o acusou de receber propina para atuar a favor da liberação dos recursos para as Oscips que tinham contratos na área da saúde com a Prefeitura. Neste caso, Barbosa Neto exonerou Canguçu afirmando que sentia-se traído e que foi pego de surpresa com a prisão de um homem de sua confiança.

Na “dança das cadeiras” no governo municipal de Londrina há até quem já saiu e voltou para o cargo muitas vezes. Na atual administração, Agajan Der Bedrossian deixou a secretária da saúde, pela primeira vez, por motivos pessoais. Após uma solicitação via abaixo-assinado por funcionários da saúde, o prefeito colocou-o de volta ao cargo. A segunda saída foi em janeiro de 2011, antes de estourar a Operação Antissepsia. Além dessas idas e vindas, Agajan também ocupou o cargo de secretário da Saúde outras duas vezes na administração de Antonio Belinati e nas gestões de José Antonio Del Ciel e Jorge Scaff.

No momento, Ana Olympia Velloso Marcondes Dornellas, secretária de saúde desde a saída de Agajan, está de férias. Especula-se que ela não volte.

Read Full Post »

Por Daniela Brisola


Mais um secretário do governo Barbosa Neto pediu demissão. O nome da vez é do presidente da Sercomtel, Fernando Kireeff. O 33º secretário a deixar o cargo alega problemas pessoais para abandonar a presidência da empresa de telefonia e o salário mais alto da administração municipal.

Em entrevista coletiva concedida na tarde de ontem (8), Kireeff disse que sua empresa de bioenergia está passando por dificuldades financeiras e necessita de sua presença 100% do tempo.

Para a sua vaga, o prefeito indicou o atual diretor de marketing da empresa, Roberto Coutinho. A sugestão foi dada pelo atual presidente. Para assumir a vaga, Coutinho ainda tem que ser aprovado pelo conselho da empresa telefônica.

Kireeff esteve à frente da Sercomtel desde o início da administração de Barbosa Neto há 26 meses. Entre os trabalhos desenvolvido destacam-se os projetos de telefonia fixa, internet e tv a cabo, anunciado recentemente.

Read Full Post »

Projetos de lei ainda dependem da aprovação da Câmara dos Vereadores

Por Laura Almeida

O prefeito de Londrina, Barbosa Neto propôs nesta segunda feira, dia 01, um reajuste salarial aos professores da rede municipal de ensino. A proposta inclui a incorporação do Produt, (Programa de Gratificação por Produtividade) e reposição de 10% das perdas salariais, referentes a mandatos passados.

De acordo com o Produt, os professores que trabalharem 4h por dia terão um abono de R$ 250 adicionado ao salário. Já os que trabalharem 6h, a gratificação passa para R$350 e os que trabalharem 8h receberão, de acordo com a proposta, R$500.

De acordo com o prefeito, essa incorporação significará um aumento de 32% nos salários. Outra medida proposta foi a antecipação do pagamento de 10% das perdas salariais, referentes a mandatos anteriores.

Em entrevista coletiva, nesta segunda-feira, o prefeito explicou o que motivou a proposta. “Nós já estávamos calculando, a partir de outubro, que esta antecipação das perdas salariais já pudesse estar sendo creditadas nos holerites dos servidores. Nós iremos agora antecipar, numa tentativa de aplacar essa antiga reivindicação”, afirmou.

No total, o impacto previsto por mês é de R$800 mil e não há previsão de implantação, pois os projetos ainda precisam de aprovação da Câmara de vereadores.

Read Full Post »

Older Posts »