Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘campanha’

por Lígia Zampar

Em ano de eleição, propaganda eleitoral parece programa de humor. Prova disso é a campanha para deputado federal do Tiririca (Francisco Everaldo Oliveira Silva). Acompanhe a seguir uma entrevista que ele deu à Folha de São Paulo, ainda esse semana.

Folha – Por que você decidiu se candidatar?

Tiririca – Eu recebi o convite há um ano. Conversei com minha mãe, ela me aconselhou a entrar porque daria pra ajudar as pessoas mais necessitadas. Eu tô entrando de cabeça.

De quem veio o convite?

Do PR.

Como foi?

Por eu ser um cara popular, eles acreditaram muito, como eu também acredito, que tá certo, eu vou ser eleito.

Sabe o que o PR propõe, como se situa na política?

Cara, com sinceridade, ainda não me liguei nisso aí, não. O meu foco é nessa coisa da candidatura, e de correr atrás. E caso vindo a ser eleito, aí a gente vai ver.

Quais são as suas principais propostas?

Como eu sou cara que vem de baixo, e graças a Deus consegui espaço, eu tô trabalhando pelos nordestinos, pelas crianças e pelos desfavorecidos.

Mas tem algum projeto concreto que você queira levar para a Câmara?

De cabeça, assim, não dá pra falar. Mas como tem uma equipe trabalhando por trás, a gente tem os projetos que tão elaborados, tá tudo beleza. Eu quero ajudar muito o lance dos nordestinos.

O que você poderia fazer pelos nordestinos?

Acabar com a discriminação, que é muito grande. Eu sei que o lance da constituição civil, lei trabalhista… A gente tem uma porrada de coisa que… de cabeça assim é complicado pra te falar. Mas tá tudo no papel, e tá beleza. Tenho certeza de que vai dar certo.

Quem financia a sua campanha?

Então… o partido entrou com essa ajuda aí… e eu achei legal.

Você tem ideia de quanto custa a campanha?

Cara, não tá sendo barata.

Mas você não tem ideia?

Não tenho ideia, não.

Na propaganda eleitoral você diz que não sabe o que faz um deputado. É verdade ou é piada?

Como é o Tiririca, é uma piada, né, cara? ‘Também não sei, mas vote em mim que eu vou dizer’. Tipo assim. Eu fiz mais na piada, mais no coisa… porque é esse lance mesmo do Tiririca.

Mas o Francisco sabe o que faz um deputado?

Com certeza, bicho. Entrei nessa, estudei para esse lance, conversei muito com a minha mãe. Eu sei que elabora as leis e faz vários projetos acontecer, né?

O que você conhece sobre a atividade de deputado?

Pra te falar a verdade, não conheço nada. Mas tando lá vou passar a conhecer.

Até agora você não sabe nada sobre a Câmara?

Não, nada.

Quem são os seus assessores?

Nós estamos com, com, com…. a Daniele…. Daniela. Ela faz parte da assessoria, junto com…. Maionese, né? Carla… É uma equipe grande pra caramba.

Mas quem te assessora na parte legislativa?

É pessoal do Manieri.

Quem é o Manieri?

É… A, a, a…. a Dani é que pode te explicar direitinho. Ela que trabalha com ele. Pode te explicar o que é.

(mais…)

Read Full Post »

por Lígia Zampar

O Ministério da Saúde lança hoje, dia 14 de junho, uma nova campanha de incentivo à doação de sangue. Com o lema “Doe sangue, faça alguém nascer de novo”, a campanha vai mostrar, até o próximo dia 30, como esse gesto de amor pode salvar vidas.

A campanha vai mostrar o depoimento de pessoas que tiveram suas vidas salvas com a transfusão de sangue. Haverá também a imagem de um bebê fazendo tarefa de adulto, representando as pessoas que nasceram outra vez ao receber sangue doado. A campanha estará na TV e também em outras mídias, como jornal, rádio e mobiliário urbano.

Cada vez mais a demanda por sangue aumenta nos hemocentros. O aumento de 30% no transplante de órgãos e o crescimento da população estão entre os fatores que fazem o país precisar cada vez mais de sangue para transfusão.

São coletadas por ano 3,5 milhões de bolsas de sangue no Brasil, quando o ideal seria 5,7 milhões. No Brasil, 1,9% da população é doadora de sangue. Mesmo estando este percentual dentro do parâmetro da Organização Mundial de Saúde (OMS) – de 1% a 3% da população – o Ministério da Saúde considera que é urgente e possível aumentar o número de brasileiros doadores: se cada pessoa doasse duas vezes ao ano, não faltaria sangue para transfusão no país.

Dia 14 de junho é Dia Nacional do Doador de Sangue, instituído em pela OMS e celebrado no Brasil desde 2004. A data é em homenagem ao cientista Karl Landsteiner, descobridor dos sistemas de grupos sanguíneos ABO. Para doar sangue, basta ir ao hemocentro mais próximo. Todo procedimento demora muito pouco, é seguro e não dói.

Consulta pública – Além da campanha, o Ministério da Saúde realiza uma consulta pública desde o dia 2 de junho sobre a proposta de mudar as idades mínima e máxima para doação. Hoje podem doar sangue quem tem em 18 e 65 anos. A proposta é que a idade seja de 16 a 68 anos. Com a mudança, 13,9 milhões de pessoas ficam aptas a doar sangue.

 Para doar sangue é necessário – Sentir-se bem, com saúde; apresentar documento com foto, válido em todo território nacional; ter entre 18 e 65 anos de idade; ter peso acima de 50Kg.

Recomendações para o dia da doação- Nunca vá doar sangue em jejum; faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior a doação; não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores; evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação; evitar alimentos gordurosos nas 3 horas antecedentes a doação; Interromper as atividades por 12 horas as pessoas que exercem profissões como: pilotar avião ou helicóptero, conduzir ônibus ou caminhões de grande porte, subir em andaimes e praticar pára-quedismo ou mergulho.

Quem não pode doar- Quem teve diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade; mulheres grávidas ou amamentando; pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como AIDS, hepatite, sífilis e doença de chagas; usuários de drogas; aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos.

Agência Saúde

Read Full Post »

por Lígia Zampar

Com o objetivo de promover políticas de combate à mendicância, a campanha Sinal Verde 2010  foi lançada nesta segunda-feira no gabinete do prefeito Barbosa Neto. A meta é mobilizar e sensibilizar toda a sociedade, a fim de formar uma rede solidária que evite que crianças, adolescentes e adultos vivam nas ruas e fiquem, com isso, expostos à violência.

Sob o lema “Não dê esmola, dê oportunidade!”, a campanha é promovida pela Prefeitura de Londrina, por meio da Diretoria de Proteção Social Especial da Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e com a Escola Profissional e Social do Menor de Londrina (Epesmel).

O principal viés da ação é a orientação para que as pessoas, em vez de dar esmolas e contribuir para a manutenção do quadro de mendicância, acionem os serviços públicos de assistência social, que dão o direcionamento adequado a esses indivíduos. Outra recomendação é quanto à possibilidade de doação de parte do imposto de renda ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

(mais…)

Read Full Post »

por Fernanda Cavassana

Tem sim! Às 20:30, hoje, em todo o mundo!

Cada país seguindo seu fuso horário e muitas cidades aderindo à campanha da Ong WWF contra o aquecimento global. Aqui no Brasil, segundo o site do Globo Amazônia, 72 cidades vão aderir a campanha e terão suas lâmpadas desligadas por um período de uma hora. No Rio de Janeiro, até o Cristo Redentor ficará no escuro.

Nas cidades que já passaram pelo horário dedicado a campanha, pessoas tiram foto da escuridão e publicam no Flickr destinado a reunir esses registros.

No Twitter, a campanha é mostrada pelas tags #horadoplaneta e #earthhour

No site destinado à Hora do Planeta (Earth Hour) você pode conferir mais informações.

Se quiser aderir, assim como muitos em todo o mundo fizeram hoje, fique no escuro por 60 minutos e ‘colabore’ contra a emissão de gás carbônico. Abaixo, o vídeo oficial da campanha.

Read Full Post »

por Lígia Zampar

Estudante sofreu queimaduras no rosto após trote violento no interior de SP. (Foto: Silva Júnior/Folha Imagem)

Estamos quase começando o ano letivo de 2010 e mais uma vez, a preocupação com os trotes violentos voltam à discussão.

Em uma universidade de Barretos, interior de São Paulo, sete calouros foram vítimas de trotes hostis na noite desta segunda-feira, quando acontecia o primeiro dia de aula.

Os jovens foram atingidos por um líquido, ainda não identificado, jogado por veteranos, que causou queimaduras e náusea.

Em Londrina, nos trotes do ano passado também foram registrados abuso de violência, mesmo com a proibição dessas atividades pela Universidade.

Para os calouros da UEL de plantão, vale a pena verificar a Legislação da Universidade sobre os trotes e ver também, a Campanha Nacional de Combate e Prevenção ao Trote, lançada pela UEL no último dia 10.

Os telefones do Denúncia-Trote são 3371-4483 e 3371-4363.

Mais informações sobre a Campanha Nacional de Combate e Prevenção ao Trote aqui!

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Do Paçoca com Cebola

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Festas de fim de ano.

Rever família, comer guloseimas, beber com os amigos, morrer nas estradas. Infelizmente, esta última parte é verdade.

Por isso, tome cuidado, guie devagar, preste atenção, respeite as leis e, claro, se beber, não dirija.

Para reforçar, veja uma campanha de trânsito chupinhada do blog Chongas.

"Não faça parte desta cruz"

Read Full Post »

Older Posts »