Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘CEI da saúde’

Por Daniela Brisola

A Câmara aprovou ontem, com 11 votos a favor e 5 abstenções, o relatório da CEI da Saúde, que responsabiliza o prefeito Barbosa Neto (PDT) pelas irregularidades e pede a abertura de um processo de cassação contra ele (Comissão Processante). Três vereadores faltaram à sessão dessa terça-feira: Tito Valle (PMDB) e Jairo Tamura (PSB), viajaram para um seminário na Bahia. Eles embarcaram ontem, mas o evento começa nesta quarta-feira. Renato Lemes (PP) faltou devido a problemas de saúde.

Durante 90 dias, a Comissão composta por Lenir de Assis (PT), Sandra Graça (PP) e José Roque Neto (PR) investigaram o desvio de verba pública apontado pela investigação feito pelo Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Votaram a favor: Eloir Valença (PHS), Joel Garcia, Marcelo Belinati e Sandra Graça, todos do PP, Gerson Araújo, Márcio Almeida e Roberto Kanashiro, do PSDB e Jacks Dias e Lenir de Assis, ambos do PT. E Ivo de Bassi e Rony Alves do PTB. Se abstiveram Roberto Fu e Sebastião da Silva, do PDT, além de Rodrigo Gouvêa e Roberto Fortini, do PTC e José Roque Neto (PR).

Read Full Post »

Por Daniela Brisola

O prefeito Barbosa Neto (PDT), através de seu advogado João Gomes, está tentando o cancelamento da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apurou as irregularidades na área da saúde em Londrina.

O pedido foi protocolado segunda-feira (24) na Câmara Municipal de Londrina pelo advogado do prefeito.  A intenção é que a CEI não seja votada hoje na sessão da Câmara. O relatório final da investigação foi entregue na última semana e pede a abertura de uma Comissão Processante (CP) contra o prefeito. A Mesa da Câmara rejeitou o pedido, mas o Gomes Filho já adiantou que vai à Justiça para tentar anular a votação de ontem.

A CEI identificou diversas irregularidades envolvendo nos contratos com os Institutos Gálatas e Atlântico. Parte dos dados foi obtida após investigações do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) que em maio deflagrou a Operação Antissepsia. Até agora, mais de 20 pessoas foram presas por desvio de dinheiro público. O suposto esquema de desvios de verbas teria a participação do prefeito e sua esposa, Ana Laura Lino, conforme as apurações do Ministério Público e da CEI da Saúde.

Read Full Post »

Por Daniela Brisola

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) que está investigando os desvios de dinheiro da saúde ouviu, na tarde de ontem (15), a secretária de Saúde, Ana Olympia Dornellas. O depoimento, que durou cerca de duas horas, foi uma reafirmação do que a secretária já havia dito ao Ministério Público (MP).

A presidente da CEI, vereadora Lenir de Assis (PT), afirmou, em entrevista ao portal Bonde, que o depoimento não acrescentou nada relevante ao processo. O advogado da secretária, Paulo Nolasco, declarou, em entrevista ao portal O Diário, que a secretária não teve qualquer participação nas escolhas dos institutos, pois nem secretária na época era.

Na quarta-feira (17), a CEI da Saúde colherá depoimentos de três representantes de empresas que teriam emitido notas fraudulentas: Admilson Antonio Monarin (Injenovas); Thiago César Marcello (Systec) e Alessandra Ascenção (Ancar). Na sexta-feira (19), servidores de carreira das Secretarias Municipais de Gestão Pública e da Saúde devem prestar esclarecimentos.

Read Full Post »

A comissão espera esclarecer fatos sobre a contratação dos institutos Gálatas e Atlântico

Por Desirée Molina

 A Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga o desvio de verbas na saúde de Londrina vai retomar os depoimentos a partir da próxima semana. Serão ouvidos técnicos das Secretarias de Saúde e Gestão Pública, que devem ser notificados nesta quarta-feira (3).

 Segundo a presidente da CEI, Lenir de Assis (PT), esses depoimentos “ajudam a esclarecer os fatos, desde a contratação das Oscips, o caso de contratarem empresas com pouca experiência, e as mesmas deixarem de realizar serviços e não montarem equipes completas”.

 A CEI da Saúde primeiramente usou documentação do Ministério Público para analisar o caso e já ouviu o ex-secretário municipal de Gestão Pública e atual secretário de Governo, Marco Cito, e o diretor financeiro da Secretaria Municipal de Saúde, João Carlos Perez.

 Lenir avalia que nesse momento a investigação está se aprofundando para além dos papéis do MP e esclarecendo as situações que levaram ao caos na saúde em Londrina. “Os técnicos, que estavam lá no dia-a-dia, podem nos ajudar a esclarecer questões que ficaram pendentes, até porque são muitos projetos, muitos programas, é tudo muito complexo”, explica.

 

Read Full Post »