Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘dia’

por Lígia Zampar

Se você é daqueles (as) que reclama quando seu namorado(a) se atrasa, se ele enrola pra se arrumar, se ele sai pra jogar futebol com os amigos, se ela fica fofocando no telefone com as amigas, se ela demora no banho…enfim.

Presta atenção nesses namorados antes de reclamar do seu parceiro(a)!

Do Não Salvo.

Anúncios

Read Full Post »

por Leonardo Caruso

Em linhas gerais, para ocupar o menor espaço possível, para não tornar o contéudo do texto tão meloso quanto a sua verdadeira essência: o dia dos namorados!
E o que causaria tanta indignação neste dia tão conhecido por ser o dia — ô dia insistente —  em que as pessoas que tem alguém para compartilhar risinhos contidos e piadas bobas se declaram uma às outras (entre casais, ok?!) ?
O ponto que quero chegar é: como alguém, na face da terra, de marte de plutão ou em outra galáxia, vai gastar 300 reais num shopping (isso mesmo, TREZENTOS reais) para ganhar um par de convites para o show da Mallu Magalhães.
TREZENTOS!!!  MALLU MAGALHÃES!!!
Eu gosto do dia dos namorados. É um dia que você pode ser “brega” e que muitas pessoas vão ser/estar “bregas” também. Mô, Momô, Chu (meu preferido), Chuchu, Amor, Lindo, Bem e até mesmo Tesouro, são interjeições da moda. Corações, algodão doce e maçã-do-amor são fácilmente encontrados por aí. Eu gosto disso. Gosto poder ver as pessoas sendo carinhosas e apaixonadas.
Mas não entendo como, o porquê, a razão, o motivo, sei lá o que, que leva um shopping acreditar que um par de ingressos para o show da Mallu Magalhães vai fazer alguém gastar 300, repito, trezentos reais em compras para assistir a maior artista folk-mirim-brasileira-de-um-sucesso-só.
O Marcelo Camelo (ex-Los Hermanos e amorzinho, chuchuzinho, benzinho da Mallu) parece que vai vir também (não chequei a informação com a assessoria deles, mas isso é o de menos no momento).
O que causa indignação, é como as pessoas podem — e tentam — lucrar nesse dia até com um par de ingressos pro show da Mallu. Não que eu nunca tenha escutado. Não que eu já tenha escutado todas as músicas dela. Mas é que TREZENTOS reais por um par de ingressos, é um tanto exorbitante.  Talvez essa promoção fosse mais eficaz se o prêmio fosse direcionado aos solteiros: “gaste R$300 em compras e ganhe uma companhia pra dia 12”. Solteiro nesse dia está mais vulnerável, mais carente, gastanto mais. Quem sabe né?
Quem sabe se não fosse um show dos filhos do “Edson e Hudson” né?
Ela é uma artista diferente, mais alternativa e gosto disso, mas como diria uma amiga de turma: Mallu, beijo!

(TREZENTOS REAIS GENTE!!!! Com mais 300 dá pro casal ir pra Buenos Aires!!! TREZENTOS!!!)

R$300 pra vir o original diretamente "dos exterior" já é compreensível

Read Full Post »

O Humor de Quinta desta quinta, ou seja, hoje, dia 29 de abril de 2010, que, de acordo com as agendas mais modernas desse país, é o dia … bom, na minha agenda não é nada. Mas como ontem foi o dia da sogra, vou deixar alguns vídeos em homenagem a essas pessoas tão maravilhosas que são as mães das namoradas (ou namorados se for seu caso). Mas antes quero deixar bem claro que nenhum conteúdo destes vídeos está ou foi relacionado com a minha sogra. Tudo não passa de humor de quinta!

Mas pra nenhuma sogra achar que eu to pegando no pé — e puxando pra baixo –, vamos falar um pouco de esportes, ou melhor, assistir ao gol mais perdido da história do futebol! Aconteceu em uma partida nos EUA. O outro jogador do time não sabe se levanta a mão e pede “mão” ou se fica com ela na cabeça pra lamentar…

Continuando nos esportes…

Vai brilhá mutio nu curintiá!

Já nosso último vídeo, é pra você, que se acha jovem, atleta, bonito e sensual. Adora fazer piruetas e pular escadas. É pra você que nasceu pra ralar a alma. (O conteúdo desse vídeo pode ser considerado ofensivo.)

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Lá vai ele. Com seu bloquinho de anotações, sua caneta azul e seu gravador antigo. Enquanto espera o entrevistado, confere as informações da pauta. Agora, ele é um porta-voz sobre as novas técnicas de estética. Horas antes, era um defensor ferrenho das crianças abandonadas que dormem no centro da cidade. Horas depois, será o narrador da tragédia envolvendo um feroz cachorro que estava sem a coleira e uma menina de 12 anos. Lá vai ele. Sabe que o futuro não lhe reserva grandes riquezas materiais. Sabe que a profissão que escolhera dificilmente o levará à posição de cidadão ilustre da cidade. Mas, mesmo assim, não se arrepende de ter se tornado o que se tornou. Não se arrepende? Mesmo com um duro golpe que levou quando a validade do seu diploma foi reduzida a nada? Não, realmente não se arrepende. Sabe que agora, mais do que nunca, precisa mostrar o seu valor. E, por isso, lá vai ele. Brigando contra o tempo; tentando, com sua dança de palavras, tornar presente o passado; tentando, e não conseguindo, estar em todos os lugares que necessita; tentando ser mais profissional e menos humano – ou, por muitas vezes, menos profissional e mais humano. Mais um dia chega ao fim. A jornada de trabalho foi reduzida pela lei. Mas a jornada de trabalho da cabeça de um jornalista não há lei que reduza. Pensando, pensando, pensando. “Amanhã preciso terminar a matéria tal, posso usar a introdução tal, ou isto poderia gerar um gancho para a reportagem tal”. E, assim, dorme, acorda, dorme, acorda. E, de novo, lá vai ele. Com seu bloquinho de anotações, sua caneta azul e seu gravador antigo. Tudo igual. Ou não… Hoje, ele vai com o orgulho de saber que acordou em um dia dedicado somente a ele. Ou não… Pensando, pensando e pensando, ele não tem tempo de lembrar isto. Mas, mesmo assim segue trabalhando… com seu bloquinho de anotações, sua caneta azul, seu gravador antigo… e um orgulho enorme de ser jornalista.

Parabéns a todos jornalistas e estudantes de jornalismo pelo seu dia !

Read Full Post »

Nossa querida amiga e jornalista Lígia Zampar criou um post, neste blog, contendo uma propaganda da Volkswagen que homenageava as mulheres pelo Dia Internacional da Mulher e, dentro dos elogios feitos ao sexo feminino, estava o de que “elas” dirigem melhor que “eles”.

Perdido pela internet, encontrei um vídeo provando que falar que a mulher dirige melhor que homens é só pra agradar mesmo.

Read Full Post »

por Lígia Zampar

Hoje são contemplados exatos cem anos do Dia Internacional da Mulher. Durante toda a história, vitórias e retrocessos fizeram presentes.

Trabalhamos na produção de armas durante a Segunda Guerra, queimamos sutiã em praça pública e lutamos por direitos políticos.

Ainda hoje, somos responsáveis pelo trabalho de cuidado e de reprodução da família.

Nem sempre valorizada, a mulher lutou muito pra diminuir as diferenças na sociedade, e como uma luta constante,  não desiste dos seus objetivos.

À toda mulher, parabéns pelo dia 08 de março, porque dia da Mulher é todo dia.

Para todas as mulheres!

Read Full Post »

por Leonardo Caruso

Não basta o mocinho da novela ser uma vítima.
Não basta canais de TV focarem seus comerciais em prol da causa.
Não basta os jornais noticiarem dados de suas cidades de exibição, se aumentaram ou se diminuíram os casos.
Não bastam campanhas nas universidades, escolas e bairros .
Precisamos ser conscientes, mesmo naqueles momentos em que tudo o que buscamos é o prazer.

O Laço Vermelho é o símbolo da campanha. fonte: http://nequidnimis.wordpress.com/

Hoje é o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS. A AIDS, resumidamente, é uma doença que ataca o sistema imunológico causando uma vulnerabilidade a outras infecções. Causada por um vírus denominado HIV, tem seu modo de contágio principalmente nas relações sexuais, transfusões de sangue e utilização de seringas e agulhas contaminadas.

E hoje, dia 01/12, não diria que é celebrado ou comemorado, mas divulgado, o dia de combate a essa doença. E nessa onda, novelas tem abordado a questão das doenças sexualmente transmissíveis, a MTV direciona toda sua programação e visual ao tema, jornais e revistas direcionam pelo menos um pauta ao assunto. São ações importantes, mas não suficientes.

Todos nós devemos ser conscientes de que estamos sujeitos a ser vítimas da AIDS, principalmente as pessoas que são sexualmente ativas ou que estão constantemente em contato com sangue. Devemos ter em mente que só nossas ações são capazes de nos prevenir do HIV e de outras DSTs (doenças sexualmente transmissíveis). Só a nossa consciência aliada a nossas atitudes responsáveis ajudam a evitar a contaminação.

Ter sempre uma camisinha a mão e evitar o contato com sangue de pessoas desconhecidas é uma boa forma de ajudar a campanha e manter o vírus afastado. Pode parecer cafona, mas o melhor conselho nessas horas é: Juízo!
Não é nada contra o sexo, mas é que ele pode e deve ser seguro e saudável! Caso você se sinta inseguro ou tenha dúvidas quanto a AIDS, DSTs em geral ou mesmo sobre seu corpo e sexualidade, não hesite em procurar um médico!

De resto, uma boa noite!
E para aqueles que vão responder ao “chamado dos hormônios”, não se esqueçam da camisinha!!!

Read Full Post »