Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘doença’

por Vitor Oshiro

Não, mãe. Não tomei e nem vou tomar. O povo tá tudo ficando doente depois que toma esta vacina”

Vitor Oshiro, demonstrando o máximo da ignorância que um ser humano pode chegar, após ser questionado pela mãe se já havia tomado a vacina da gripe H1N1. A vacinação entre 20 e 29 anos pode ser feita até amanhã. No ano passado, o maior índice de mortalidade pela gripe – duas a cada dez pessoas – ocorreu entre jovens desta faixa etária.

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

O teste da AIDS é a melhor maneira de saber se você está com a doença e, assim, de evitar novos contágios. E você sabia que ele pode ser feito a partir dos 12 anos e sem a autorização dos pais?

É exatamente com o objetivo de divulgar estas informações e estimular a realização do exame que a segunda fase da campanha de prevenção à Aids do Ministério da Saúde está focada.

Leia MAIS sobre a AIDS e a campanha AQUI, mas, nunca se esqueça que a melhor maneira de evitar a doença é a prevenção!

Read Full Post »

Por Fernanda Cavassana

O Londripost entrou em contato com a Unimed Londrina para obter informações sobre o caso de Ana Maria Menezesque divulgou um vídeo no Youtube relatando a interrupção do seu tratamento.

Para privacidade da própria paciente, a assessoria de imprensa da Unimed Londrina preferiu não divulgar detalhes do diagnóstico. Mas afirmou que a paciente tem uma resposta formal da empresa que justifica a decisão de cancelar o pagamento da continuação do tratamento dela.

Segundo a comunicação da Unimed, a quimioterapia estava sim em continuidade e sua interrupção foi decidida seguindo um conjunto de regras, um plano baseado nas normas da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) que a empresa tem que seguir.

De acordo com empresa, no meio do tratamento de Ana Menezes, foi solicitado, por sua oncologista, um medicamento cuja bula teria a informação de que ele não é indicado para o caso da paciente. Sendo assim, continuar cobrindo a quimioterapia com esse remédio significa, para a Unimed, assumir a responsabilidade do tratamento fora das normas da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitára) e da ANS.

A empresa ainda afirmou que a decisão foi tomada após um parecer técnico de oncologia.

Ao Londripost, a Unimed Londrina ainda disse que, pelo quadro que apresenta, entende que é um momento difícil, e de superação para a paciente. E que toda a pessoa tem o direito de tentar qualquer tratamento e medicamento, mas que a empresa não pode se responsabilizar por essa decisão. Portanto, o que foi determinado não tem relação ao valor do tratamento, mas sim ao plano de regras que a empresa segue.

Read Full Post »