Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Esporte’

O aluno Jaime, representando um usuário de cadeiras de rodas, levou a chama olimpíca até a tocha e entregou ao aluno Lucas que a acendeu dando início aos jogos.

Desde o início do ano letivo, os estudantes da turma 11 do curso de Esporte da Universidade Estadual de Londrina possuem uma disciplina chamada Paraolimpismo. Essa disciplina anual tem o objetivo de ensinar o funcionamento dos esportes paraolímpicos, o condicionamento e o treinamento necessários para se obter uma boa perfomance do atleta portador de deficiência física ou sensorial aos estudantes do segundo ano de Esporte.

Sob as orientações da professora doutora Rosângela Marques Busto, os estudantes organizaram uma Paraolimpíada entre a turma. O evento contará como avaliação para o terceiro e quarto bimestre, mas tem como principal função estimular a empatia dos acadêmicos e aplicar os conhecimentos teóricos e práticos obtidos no decorrer do primeiro semestre.

Hoje pela manhã, no intervalo de aulas foi realizada a abertura das Paraolimpíadas, com direito a juramento do atleta, entrada de delegações, tocha olimpíca e hasteamento da bandeira do Brasil.

Profª Drª. Rosângela Busto na cerimônia de abertura das Paraolimpíadas

Delegações Jabulani e Tchabalala cantam o hino nacional

A partir de hoje, a turma 11 de Esporte realizará as competições paraolímpicas em diferentes modalidades às terças-feiras das 8h às 10h. Quem se interessar pode ir ao Centro de Educação Física e Esporte na UEL para assistir corridas com alunos vendados, provas de natação com braços amarrados, basquete sobre cadeira de rodas e tantas mais.

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Publicamos hoje os novos uniformes do LEC. Porém, por uma triste e sorrateira armadilha de forças ocultas e uma desatenção monstra minha, fomos traídos pelo destino.

Como informou nosso prezado leitor Guilherme Yankieuwicz, os uniformes mostrados são apenas uma brincadeira de um torcedor.

Confira a postagem original do torcedor “designer” AQUI.

Read Full Post »

por Vitor Oshiro


O blog Rabisco Londrinense mostrou o novo uniforme  que o Londrina Esporte Clube (LEC) usará na Copa do Brasil.

O Tubarão começa sua caminhada rumo à conquista do Brasil amanhã (24) diante do Uberaba, na casa do adversário.

Mesmo improvável pelos inúmeros problemas do clube, iremos torcer para que a campanha do Azul Celeste siga a beleza do uniforme!

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

De novo do G1

Dizem que a consultora deles é a Mãe Diná, que também previu que o Palmeiras será campeão da Libertadores ano que vem e que a Britanny Murphy vai levar o Oscar como melhor atriz!

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Bom, hoje é sexta-feira… dia de coisas sérias no blog. Mas, como um bom corinthiano, recebi um e-mail e tive que compartilhar com vocês.

Como todos sabem, no final de outubro, foi inaugurada a loja do Corinthians – Poderoso Timão – no Shopping Catuaí.


O time do São Paulo como tem um Departamento de Marketing invejável e blá blá blá não perdeu tempo e também inaugurou uma loja bem em frente a loja do Corinthians….

Sugestão de Nara Chicréti Bubaloo!!!

PS – Antes de mandarem comentários falando que isto não é jornalístico e totalmente sem graça, já adianto que a loja realmente existe e não é do time do São Paulo (eu espero). Sendo assim, o conteúdo deste Post é totalmente fantasioso!

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Bets? Taco? Beisebol dos países de Terceiro Mundo? Modalidade daqueles que não são bons no futebol? Bom, todos estes nomes são usados para falar daquele esporte em que uma dupla tem que rebater a bola e a outra deve derrubar a “casinha” – geralmente feita por uma garrafa de refrigerante de dois litros.

E é exatamente um campeonato deste esporte que vai rolar entre o dia 25 e 27 de novembro na Cidade Universitária (CU). A organização é dos alunos de História e Ciências Sociais e o objetivo é arrecadar dinheiro para realizar a semana da calourada!

upload.wikimedia.org

As inscrições custam R$ 3 pilas por dupla e podem ser feitas no RU ou lá pelo CCH. E você acha que só vair suar a camisa e correr o risco de ser atropelado? Não, vai rolar até premiação de um José Cuervo (1º), Balalaika + Tang Uva (2º) e Toddynho + 2 canudos (3º) – se beber, não dirija.

Se interessou? Achou a idéia muito legal?Achou uma porcaria? Bom, fale com o organizador do evento, André, do 1º Ano de Ciências Sociais, pelo telefone 8832-6566.

Read Full Post »

por Fernanda Cavassana

Poucos conhecem as equipes paraolímpicas de Londrina. Mas, os esportes adaptados ao deficiente físico ganham cada vez mais espaço na mídia, mais atletas e o reconhecimento do público com o passar dos anos.

A Fundação de Esporte de Londrina (FEL) desenvolve o Programa de Apoio ao Esporte para Deficientes e, por meio dele, apóia seis projetos na cidade. Além dos deficientes físicos, há projetos voltados para aquele que tem carência visual, auditiva ou mental. A Associação de Deficientes Físicos de Londrina (Adefil) é a responsável pelas equipes de Atletismo, Halterofilismo e Natação de paratletas no município. Com a parceria do Iate Clube, do Grêmio Recreativo Londrinense e da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Tetraplégico após um acidente há 18 anos, Claudine Bartolomeu, 39 anos, está há 15 anos na natação. Ele, o primeiro atleta de Londrina a participar de uma competição paradesportiva, constata que Londrina é uma cidade privilegiada para o esporte adaptado. “Temos sorte em ter um professor como o Erick e privilegiados por termos as piscinas do Iate e do Nado Livre à nossa disposição. Com isso, podemos treinar no frio ou no calor, já que há a piscina aquecida”, comenta satisfeito. Bartolomeu treina de segunda a sexta, três mil metros por dia.

A equipe de natação conta, além de veteranos como Claudine, com jovens atletas que já se destacam na modalidade, competindo, inclusive em competições internacionais. É o caso de Jeferson da Silva Amaro, 20 anos. Após o acidente com um trem que o fez perder a perna e o braço esquerdo, Jeferson se dedicou à hidroterapia e, a partir dela, descobriu o talento esportivo. (mais…)

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Com a recente escolha do Rio de Janeiro para sediar as Olímpiadas de 2016, parece que o tema esporte está em alta. Pelo menos foi isto que demonstrou o grande interesse pela Mesa Redonda em Jornalismo Esportivo promovida pela I Semana de Comunicação da UEL.

Compondo a mesa estavam o editor de Esportes do Jornal de Londrina, Diego Prazeres, e o repórter esportivo da Rádio Paiquerê, Lúcio Flávio. Entre os temas debatidos, uma questão levantada foi sobre a predominância do futebol na mídia esportiva. Segundo os palestrantes, eles tentam um equilíbrio entre as modalidades, porém, o futebol prevalece pelo fato da cultura do brasileiro, rendendo assim maior audiência e investimentos. 

Ainda neste tema, Lúcio Flávio apontou que o Brasil praticamente não tem uma política esportiva. Exemplificando isso, ressaltou a baixa produtividade do país nas Olímpiadas.

Em relação ao crescente uso da internet e das novas tecnologias na redação, os palestrantes afirmaram que ajudou muito, mas, não pode se tornar uma “muleta”. “Hoje, podemos ter a ficha de um jogador em segundos, mas, não podemos ficar presos a isso. Devemos usar, mas sempre checar e nunca abandonar o contato jornalístico”, declara Diego Prazeres.

Em relação à vinda da Copa do Mundo e das Olímpiadas, eles se mostraram otimistas. Segundo Lucio Flávio, o Brasil tem problemas, mas, isto não tem relação alguma com estes eventos esportivos. “O que se gastou com o Pan foi absurdo. Mas, não devemos usar isso para ir contra a vinda de um evento maior para o Brasil. O dever da população é fiscalizar“, argumentou Lucio Flávio.

Entre perguntas da platéia e dos leitores que acompanhavam o Londripost no twitter, os jornalistas esportivos passaram uma visão geral sobre assuntos como a presença da mulher na  cobertura de esportes, a falta de criatividade do setor e, principalmente, a rotina dos “bastidores da notícia” (Caco Barcelos que me desculpe pela frase…).

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Eu uso minhas mãos para digitar aqui. O Lula usa para coçar o cotoco do dedo. A Maíra do BBB usa para… bom, melhor deixar pra lá. Porém, no último sábado (19), o atacante Wellington Silva, do Paraná, usou sua mão para fazer o gol decisivo da vitória do seu time contra o Ceará.

A exemplo do que o atual técnico da odiada, perna-de-pau, desclassificada, perdedora querida Seleção Argentina, Dieguito Maradona, fez, Wellington trocou os pés pelas mãos. Literalmente.

O fato, além de gerar grande repercussão, foi motivo de inúmeras piadas por todo o Universo (não… não sou nem um pouquinho exagerado). Enquanto peregrinava em sites adultos com conteúdo inapropriado para pessoas que não curtem sadomasoquismo  educativos, encontrei estas montagens, cuja autoria não sabemos. Aproveite ae, criançada!!!

Giba Neles...

Giba Neles...

 

...mais um pouquinho e ele vai tocar em "outra bola"... ou melhor, em duas!

...mais um pouquinho e ele vai tocar em "outra bola"... ou melhor, em duas!

Çets Pointes

Çets Pointes

Read Full Post »