Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘férias’

Hoje é um dos poucos dias que ligo meu computador nessas férias. Acredite, devo conseguir contar nos dedos quantas vezes usei o MSN, orkut, twitter e seus afins. Por quê? Oras, estou de férias e, já que faço Jornalismo, decidi tirar férias do mundo informacional. Nada de ver fotos da balada de fulano, de ver os twitts da CBN, site da FolhaOnline ou conversar com as pessoas virtualmente. Meu objetivo é tirar o atraso da TV a cabo.

Em Londrina, no meu humilde “apertamento”, a televisão é de 14 polegadas e não possui canais pagos – ás vezes penso que é bom não ter, senão seria mais um empecilho para que eu estudasse. Sendo assim, Law&Order SVU, House, Happy Hour, TVZ, ANTM, The Big Bang Theory, 90210 e tantos outros programas/seriados legais estavam fora do meu convívio nos últimos quatro meses. How could I live?! 

Três semanas de férias. Três semanas de Homer Simpson LifeStyle. Televisão + Comida + Edredon = Perfect Life! Tem coisa melhor do que acordar meio-dia, escovar os dentes, pegar o edredon da cama e migrar para o sofá da sala? Meus caros…Não. Passar o dia todo de pijama apenas zappeando os canais, alternando a programação e levantando para ir na geladeira buscar um peito de peru pra comer com pão de forma e Coca-Cola é a perfeita vida ociosa!

Ok. Não passei todos os meus dias assim, sai para comer e conversar com minhas amigas, visitei minha família e matei a saudade, que insiste em crescer exponencialmente, do meu namorado. Mas, não. Não liguei meu computador.

Devo estar entrando na fase adulta da vida, na qual o computador serve para mandar e-mails, checar informações, se manter atualizado e seu MSN só possui 30 contatos. Há três anos, a internet e o computador eram minha vida. Se minha mãe não me impedisse, eu passaria todas as madrugadas no MSN conversando com 12 pessoas ao mesmo tempo. Hoje em dia, me atrapalho com três conversas simultâneas, ainda mais se eu estiver em vídeo com alguma delas.

Começo a entender minha mãe que, estando de férias, passa o dia no sofá tirando cochilos. Você pode olhar e dizer: “Coitada! Tá no primeiro ano da faculdade e já acha que tá cansada.”. Eu sei, o segundo ano será pior e o terceiro e o quarto também, mas, por enquanto, eu ainda tenho férias de verdade e, enquanto possuir esse direito, continuarei acordando, escovando os dentes, levando meu edredon para o sofá e passando o dia todo tendo o zappear como exercício principal.

Read Full Post »

por Leonardo Caruso

Coisas que me fazem bem. Bom, pra começar, e como bom romântico, um grande amor, amigos e uma família que te apoia. Hobbies, esportes e um truco esperto. Esperar a senha do RU. Dormir ouvindo o som de uma caminhonete tocando Boate Azul. Chamar seu professor de Bola, cumprimentar o Élcio e ouvir o Hannah Hannah falar sobre ética no jornalismo. Ficar puto com o trânsito londrinense a caminho de uma loja de aluguel de roupas – é, descalço é complicado ir a uma formatura. Aqueeeela cervejinha!!! Isso não tem palavras. Ainda tô sentindo falta do futebolzinho… Me falaram que nesse final de semana teve gente suficiente pra montar três times. Ô, como é bom jogar bola. Vida de universitário loooonge da família. No meu caso, uns 480km. Pra mim, o que importa é a experiência de ter de me cuidar sozinho. A gente se apóia aqui, se apóia ali. Os amigos e a família sempre querendo dar uma força. E mais uns 30 – pelo menos – pra te levar pro Beco dos Universitários.

Falar do crescimento que temos morando sozinho, dos problemas que enfrentamos e como nos viramos não é  novidade. Acho que meus companheiros de blog já escreveram como é morar por aqui, na tão famosa Londrina, Little London para os íntimos. A minha intenção é falar das nossa capacidade de se adaptar e sentir falta do que chamamos de rotina. Tive um pouco menos de dois meses de férias – a gripe suína estragou com o calendário, então tivemos aula em uma semana de janeiro -, o que gerou extrema indignação e, acima de tudo, um desânimo enorme. O natal e o ano novo nem foram suficientes pra descansar e esquecer um pouco a universidade. Joinha! Metade de janeiro começa férias e agora sim vai ser legal! Nunca mais vou querer voltar pra faculdade, estudar, estagiar, trabalhar, o que for!!! Isso até primeira semana de fevereiro. Ai que começa a bater uma saudade, uma falta de rotina e aquele desânimo de ter tido aula “nas férias” parece ter sido tão bobo. Quero a minha vida de volta!

Minha vida… É quando saimos de casa que percebemos do que realmente gostamos, do que queremos fazer. Se preocupar apenas com aquilo que assumimos. O curso de graduação, o curso de idiomas, o estágio, a própria rotina. As férias em casa dão um tempão livre, mas a gente não sabe o que fazer com ele. Enchemos a cabeça de idéias, mas a rotina, mesmo uma DESrotina, faz falta. Eu sentia falta dos estudos, de me sentir responsável, de estar presente em vários lugares, estar com várias pessoas ao redor e em vários grupos ao mesmo tempo. Saudade de ver pessoas estranhas e algumas mais estranhas ainda. Tava com saudade de Londrina. Tava ansioso por esse ano. Ainda estou nervoso pensando na maneira mais eficiente de ganhar uma graninha sem me distanciar muito do meu curso.

Na verdade, tô escrevendo essa crônica pra dizer como é bom tomar uma cervejinha depois de um dia de aula, uma pequena arrumação na casa e uma corrida no centro. Bora tomar uma gelada lá no Beco?!

Read Full Post »

Por Fernanda Cavassana

Descansar, viajar, aproveitar a companhia da família e de amigos de outras cidades. Tempo livre para o lazer, ver filmes, ler livros, para tudo isso: férias! Se durante o ano os trabalhos e outros compromissos me consomem horários extras, nas férias sempre reservo algumas horas diárias para a leitura. Para esses meses, já havia selecionado uma lista – bem variada – de livros para mim. Três já foram e serão eles que eu irei recomendar a vocês hoje.

– Como se tornar o pior aluno da escola, Danilo Gentili


Foi um presente de uma amiga querida no natal, que ‘devorei’ assim que ganhei! Livro de sátira e humor, escrito pelo conhecido repórter do CQC. Dá dicas de como um aluno deve agir durante sua vida escolar para “obter sucesso” em ser o pior da sala e ser feliz, só porque faz o que quer. O livro é altamente ilustrado, os textos são curtos, mas engraçados. As constatações do autor sobre algumas aulas e atitudes de estudantes e professores viram piadas. O livro também dá aulas de respostas mal-educadas para pais e professores e ensina mentiras para determinadas situações. Há ainda o “o grande livro dos pequenos planos” – uma parte do livro que se assemelha muito aos planos infalíveis do Cebolinha na turma da Mônica e do gato Tom para pegar o Jerry, contendo planos maldosos para serem aplicados na escola. Segundo o próprio livro, ele é um “manual completo, ilustrado, revisado e não recomendado para estudantes”.

– Memórias de uma gueixa, Arthur Golden


Há algum tempo queria ler este, nessas férias deu certo. Livro publicado em 1997, já passou por várias edições e se transformou em filme pela Columbia Pictures. Com a história de Nitta Sayuri, é possível conhecer a tradição japonesa de uma forma inigualável. Com fatos históricos, passando da grande depressão, relatando a Segunda Guerra Mundial e chegando até os anos 60, o livro permite que acompanhemos a vida das famosas casas de chá e gueixas do Japão e as mudanças que as ações do país trouxeram como conseqüência desses fatos. Além da rica cultura japonesa, o romance trata sobre a sexualidade e surpreende, enquanto uma obra escrita por um homem, por descrever os fielmente os sentimentos femininos.

– O primeiro mandamento, Brad Thor


Já postei aqui meu apreço por histórias terroristas e da política norte americana para combater essas ações. É verdade que a história se assemelha a do agente Jack Bauer do seriado 24, e foi o que me levou a comprar este livro. Scot Harvath é o agente contraterrorista que tem familiares e pessoas que estima mortas. Ao descobrir que os Estados Unidos quebraram o primeiro mandamento da lei contra o terrorismo, sai em busca do assassino contra as regras que deveria seguir. Nessa caçada, ele é acusado de traição pelo seu próprio governo, é procurado pela CIA e o presidente exige que ele seja capturado vivo ou morto. O livro está na lista dos mais vendidos do The New York Times.

Serviço

Esses livros podem ser encontrados em livrarias de todo país e também são vendidos pela internet. O site submarino tem os três com preços em promoção. Boa leitura nessas férias!

Read Full Post »

por Fernanda Cavassana


Não adianta, não mudo.

Posso ter todo o tempo do mundo, mas o que tenho que fazer é feito nos últimos momentos. E não me considero irresponsável, talvez aí esteja o problema: eu sempre consigo fazer.

Depois que entrego um trabalho (feito, lógico, nas últimas horas antes do horário de entrega), fica sim o peso na consciência de que ele poderia ter ficado melhor, que um capricho em certa parte era merecido; mas, de verdade, não adianta.

Hoje é o penúltimo dia do ano. 2009 correu, voou para mim. Segundo ano de faculdade e longe de casa. Uma Fer mais madura, com mais obrigações e, nem por isso, mais responsável. Apenas mais uma da minha sala que sobreviveu à sobrecarga do segundo ano de jornalismo e que até aprendeu a gostar de diagramação.

Em duas horas, pego estrada. A viagem está planejada há meses, família reunida para passar o réveillon e alguns dias de verão na praia. E quem disse que minhas malas estão prontas? Faltam coisas aqui, ali. Aparecem coisas, na verdade. E nessa correria de última hora, tiro um tempo para a internet. Para mim, é essencial dar uma boa olhada no Orkut e uma conferida no Twitter antes de viajar, afinal, do Paraguai ao litoral paulista tem chão. Chão longe da rede.

Aproveito para escrever a quarta crônica dessa semana, a última do ano. Certamente baterá um sopro de arrependimento por não ter tratado de outro assunto; por não ter dado um tempo decente, depois de um bom descanso, ao texto. Mas, creio que o sopro não será forte o suficiente, é sempre assim. Foi assim esse ano. Poucas foram as horas de sono, muitos os trabalhos. Mas muitas também as festas e atividades que me agradam. Tudo foi cumprido, até com bons resultados, merecidos.

A semana acaba já em 2010, eu ainda estou de férias, e compromissos para o ano que chega já lotam meus horários dos dias que virão. As obrigações velhas continuam, além das já conhecidas, algumas novas somarão a elas. Até a diagramação ainda estará presente!

E o que eu desejo para o ano que vem? Que eu continue fazendo tudo o que gosto da maneira como gosto. Só que sabendo dosar melhor meu tempo (inclusive meus horários de sono), assim como continuar consciente dos meus limites e responsabilidades.

Enfim, que em 2010 o tempo tenha licença para voar, desde que saiba não passar despercebido por nós. Que ele seja aproveitado, que seja utilizado para tudo o que nos fará bem. Não tem outra lógica, é saber administrar os minutos às coisas que nos fazem felizes.

Uma hora dedicada ao post, ainda resta um tempinho para terminar as malas. Dormir? Na estrada, fácil. Feliz Ano Novo!

Read Full Post »

por Leonardo Caruso

É, vou ser sincero com vocês… ontem foi terça-feira segunda-feira e eu nem percebi!!!
Passou assim, como se fosse domingo, de mansinho.
Isso significa que tenho uma dívida com os leitores do blog: Recomendamos da Semana!

Vou aproveitar que estamos todos com a temática natalina e, como diria num jargão bem comum, fazer barba, cabelo e bigode!

Pra começar, a ceia!
Existe um restaurante/choperia em Londrina chamado Gelobel. A primeira impressão que tive do nome era de alguma fábrica de gelo, mas não sigam minhas aparências. Hoje com duas “casas”, a Gelobel foi criada em 1991 por Alaerte Francisco Zanoni e começou servindo espetinhos. Contando agora com um cardápio variado e com algumas especialidades como a costela, o contra-filé e a mandioca, a Gelobel é um lugar excelente para quem procura uma comida saborosa, com preço extremamente acessível e ambiente agradável. Além disso, há um “espaço kids” com brinquedos e monitores para as crianças brincarem em segurança.
Serviço:
Gelobel Don Pablo
R. Caracas, 80
(43) 3325-2942
Gelobel Duque
Av. Duque de Caxias, 2070
(43) 3323-8942

http://www.gelobel.com.br/

Para conter o ócio!
As vezes, férias é sinal de falta do que fazer: perdemos aquela oportunidade de viajar ou simplesmente não estamos a fim de fazer nada que precise tirar a bunda da cadeira. Então aqui vão três dicas para diversão em casa!
1. www.tumblr.com – Minha dica favortia, o Tumblr é um microblog, como o twitter, só que ele permite uma infinidade de layouts (aparência), além de ter seu código aberto para que você possa criar o que conseguir. Some-se a isso a possibilidade de postar fotos, vídeos, áudios e texto (sem limites de caracteres). A pedida perfeita para quem queria algo legal pra fazer na internet! (http://lejournaliste.tumblr.com/ – o meu endereço)
2. Pequena Miss Sunshine – O filme é um drama. Uma lição de vida. Nos faz pensar nas pequenas coisas que nos fazem felizes e que unem uma família. É um filme para você assistir rindo. Isso mesmo, rindo! As questões humanas debatidas durante o enredo são tratadas com um grau de comicidade que não te permite ficar depressivo. Ele aponta os “erros” mas te dá ânimo para tentar concertar as coisas. O enredo é de uma família repleta de problemas e que tem que levar a filha para um concurso de pequenas modelos. Vale muito a pena assistir!
3. City and Colour – Em minhas “fuçadas” pela internet acabei descobrindo uma banda chamada City and Colour. De origem canadense, é comandada pelo vocalista Dallas Green , que abusa, num bom sentido, do som acústico e uma pegada, na minha opinião, mais folk. Uma das músicas que mais tenho escutado é The Girl. Mais do que recomendado.

E pra terminar, a barba, bigode e cabelo!
Localizada no Shopping Catuaí, próximo ao Carrefour, a barbearia Uomo é um local excelente para aqueles que gostam de um tratamento de qualidade e um bom papo. Com decoração baseada nas barbearias antigas e repleta de referências às barbearias americanas, música dos anos 60, 70 e 80 e artistas que marcaram época, além de marcas tradicionais como Johnny Walker. Mas a aparência não é tudo. O local conta com um bom atendimento e uma qualidade elevada. Apesar do preço levemente “salgado”, dificilmente você se arrependerá de visitar a Uomo Barbearia para se aprontar para o Natal!
Serviço
Uomo Barbearia
Localizada no Catuaí Shopping
(43) 3326-3838
esteticacatuai@sercomtel.com.br

Com essas dicas, você se arruma pras férias, se alimenta com qualidade e tem o que fazer. Claro que com esse tempinho gostoso que está lá fora, um pulinho na piscina não faz mal a ninguém! Um Feliz Natal e Ótimo Ano Novo a todos vocês! Abraços, Leonardo Caruso

*Como estou perdido no tempo. Me desculpem a falha nas datas! Editado em 22/12/2009 às 10:40

Read Full Post »

Bom, pessoal, como vocês sabem as férias estão chegando (férias para aqueles que ainda estão na Universidade e para aqueles que terminam, como eu, o desemprego). Então, fomos obrigados a fazer algumas alterações na nossa linha editorial.

Primeiramente, pensamos em entrar em recesso. Porém, sabemos que, parar o blog por tanto tempo, seria ruim. Teríamos que começar tudo de novo o ano que vem. Chamar novamente os leitores. Levantaro blog novamente.

Então, decidimos continuar com ele nas férias, mas, com algumas mudancinhas!

A maior alteração é em relação ao público-alvo. Pelo fato da equipe ser toda de fora de Londrina, não poderemos focar no londrinense. Durante as férias, seremos mais “nacionais”. Veremos o que mais repercute no Brasil e no Mundo.

Nas nossas cidades, estaremos atentos. Se algo relevante acontecer, informaremos para você! Se alguém viajar, falaremos de turismo. Se alguém ficar em casa, falaremos do ócio. Se alguém bater o carro, falaremos do trânsito.

As reportagens vão aparecer menos. Notícias retiradas da internet vão aparecer mais. Mas, sempre estaremos atualizando!

Do mais, continuaremos normalmente com as nossas seções fixas (Recomendamos, Quarta Crônica, Humor de Quinta e Frase da Semana) e nossos posts “De Última Hora” e “Mais que Mil Palavras”.

Foram mudanças necessárias para continuar. E esta nova linha editorial já começa nesta segunda-feira (21). 

Quando as aulas voltarem, o blog volta ao normal! Até lá, espero que vocês continuem lendo e participando do Londripost.

Obrigado.”

Vitor Oshiro – Editor do Londripost

Read Full Post »