Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Londrina’

O prefeito Barbosa Neto sancionou hoje a lei nº 11.370, que concede ao Cincão Esporte Clube o direito real de uso de um terreno localizado no Conjunto Luís de Sá, na região Norte. Além do estádio de futebol, a concessão também dá direito à implantação de equipamentos públicos voltados à prática de esporte e lazer.

O vice-presidente do Cincão Esporte Clube, Luiz Carlos Pereira, considera a doação do terreno um marco histórico para a cidade. “Barbosa Neto demonstrou ter boa vontade para ajudar a comunidade e a cidade como um todo”, afirmou.

As obras de implantação devem começar no prazo máximo de um ano. Pereira explicou que o engenheiro italiano Stefano Marzocchi já foi contratado e as obras devem seguir as normas estabelecidas pelo município de Londrina e pela Federal Internacional de Futebol- Fifa. O estádio terá capacidade para até cinco mil torcedores.

A lei determina, como contrapartida ao clube de futebol, que a área possa também ser utilizada de maneira gratuita pela comunidade. O prefeito Barbosa Neto afirmou que também existirá um “espaço ali reservado para a construção de um centro de referência de assistência social, uma grande vitória para a comunidade”. O time ainda será responsável pela reforma do Centro Comunitário e utilizá-lo em parceria com a Associação de Moradores.

Read Full Post »

Um ônibus pegou fogo em frente a uma escola na manhã de hoje (25) na região sul de Londrina. O ônibus era da empresa Londrisul Transporte Coletivos e se encontrava em frente à Escola Oficina Pestalozzi, no Conjunto Novo Perobal. O motorista estava iniciando na linha e no momento em que as chamas começaram havia quatro passageiros dentro do veículo. Ninguém se machucou.

Houve vazamento de combustível na rua e o fogo alcançou a rede elétrica que acabou incendiada por causa da altura das chamas. Equipes do Corpo de Bombeiros estão no local para conter as chamas e tentando conter o derramamento de combustível para que não contamine a água.

 

Informações: Bonde.com.br

 

Read Full Post »

Será julgado hoje (11), a partir das 16h, pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), o dissídio coletivo dos funcionários dos Correios. A greve já dura 28 dias e não dá sinais de um final. Na noite dessa segunda-feira (10) houve uma reunião no TST para mais uma tentativa de finalizar a greve, porém os grevistas mantiveram a decisão de não aceitar a proposta apresentada.

No último dia 7 foi apresentada uma proposta por parte da direção dos Correios para que a greve fosse finalizada. A negociação propunha que houvesse um reajuste linear de 6,87% do salário e dos benefícios, um abono imediato de R$ 800 e um aumento real de R$ 60, que entraria em vigor a partir de janeiro de 2012. Porém, o que causou divergência foi a prposta em relação aos dias parados pela greve. Os Correios querem descontar seis desses dias em 12 parcelas a partir do próximo ano, enquanto os outros dias paralisados ficariam a disposição da empresa para serem compensados com trabalho extra nos fins de semana e feriados, de acordo com a necessidade. Os funcionários não concordaram com a proposta. Eles querem que todos os dias sem trabalho sejam compensados e sem nenhum desconto de salário.

Segundo a assessoria de imprensa dos Correios, em entrevista ao portal Bonde, a empresa está disposta a aceitar a proposta do TST. Porém, se as duas partes chegarem a um acordo até o horário do julgamento, este pode ser suspenso.

 

Com dados do site Bonde.com.br

Read Full Post »

Quando descobri que Hollywood estava preparando um remake de A Hora do Espanto fiquei com medo, afinal o original de 1985 é um clássico e, normalmente, quando os “gênios” da indústria resolvem mexer com clássicos o resultado não é muito satisfatório. Claro que existem exceções como as excelentes refilmagens de 11 Homens e um Segredo, Os Infiltrados e Scarface. Sobre A Hora do Espanto (Fright Night, 2011), não acredito que o de 2011 seja melhor que o original, mas certamente está no mesmo nível e eu amei a produção, que já é certamente uma das minhas favoritas.

O foco do novo A Hora do Espanto é, assim como no original, Charlie Brewster (Anton Yelchin), o adolescente que se vê vizinho de um vampiro e precisa fazer de tudo para proteger sua família e a si próprio. Ao contrário do filme original, Charlie já não é mais um perdedor, aqui ele está por cima, se juntou com a turma mais popular da escola e namora a garota mais desejada por todos, ele inclusive passou a ignorar seu antigo amigo de infância Ed (Christopher Mintz-Plasse). No entanto, é Ed que avisa Charlie que Jerry (Colin Farrell), seu novo vizinho misterioso, é um vampiro e que é responsável pelos desaparecimentos que vêm acontecendo na cidade em que vivem.

O que mais me divertiu em A Hora do Espanto é o clima de filme dos anos 80, aquela típica mistura de comédia com terror leve e que entretém muito que era feita na época. Em certos momentos chegou a me lembrar do clima de Os Garotos Perdidos, clássico de vampiros da época dirigido por Joel Schumacher que é até hoje um dos meus filmes favoritos. Não me entenda mal e vá me dizer que os filmes não têm nada a ver um com o outro, o que estou comparando aqui é apenas aquele clima de filmão da Sessão da Tarde que diverte e ainda provoca alguns bons sustos, o que A Hora do Espanto consegue fazer muito bem com diversas boas cenas que fazem você dar aqueles pulos na cadeira e ficar com a tensão lá em cima.

Outra coisa ótima desse A Hora do Espanto é o retorno dos vampiros ao que eles são. Depois de um bom tempo só com “vampiros emo” nas telonas, que brilham no sol, sofrem por amor e bebem sangue de animais para não machucar ninguém, temos um personagem que faz jus a toda a mitologia desses seres milenares. Jerry é um vampiro à moda antiga. Ele bebe o sangue de pessoas sem piedade, mata quem for preciso, não pode se expor ao sol, morre com uma estaca no coração, é enfraquecido por água benta e cruzes, e possui aquela sensualidade e malícia que se é esperada de um vampiro de verdade.

E, além de todas essas qualidades, o filme ainda conta com um ótimo elenco. É bom demais ver Colin Farrell de volta aos grandes papéis depois de um tempo sumido e/ou fazendo coisas pequenas. Farrell parece se divertir tanto quanto ele consegue nos divertir interpretando Jerry, além de imprimir o jeito perigoso e sensual que o personagem precisa. Anton Yelchin convence como um adolescente que passou por todas as mudanças citadas e que ainda precisa ser herói. Já David Tennant está impagável como Peter Vincent, o mágico charlatão que afirma conhecer tudo de vampiros ao qual Charlie recorre em busca de ajuda. Sou só eu que achei, ou ele pegou muito da persona de Russel Brand para construir o personagem? Tem tudo que Russel é em Peter Vincent: as roupas justas e de gosto duvidoso, os cabelos e o jeito meio afeminado, pervertido e desbocado. Mas não pense nisso como algo ruim, isso realmente funciona e deixa o personagem bem divertido.

A direção de Craig Gillespie (cujo único filme até aqui era o excelente A Garota Ideal) é no ponto, sem muitas invenções ou tentativas de ousadia, mas com certas sequências bem interessantes, como a cena do carro em que a câmera está dentro do carro e fica constantemente mudando de visão em um mesmo ângulo e sem muitos cortes. O roteiro é de Marti Noxon, conhecedora do mundo dos vampiros, já que trabalhou como roteirista em vários episódios de Buffy The Vampire Slayer. Seu texto é ágil, desenvolve a história sem muita enrolação e ainda encontra tempo de fazer boas piadas e referências. Sobre o 3D, se puder escolher, não veja. Não acrescenta em nada na história e serve apenas para deixar o filme mais escuro. Ah, e o Jerry do original Chris Sarandon faz uma participação especial no filme. Confira o trailer abaixo:

Serviço:
Programação do filme Amor a Toda Prova em Londrina
Classificação: 14 anos

Local: Cine Araújo, Catuaí Shopping
Programação:
Sala 7, de 07/10 a 11/10
Dublado 3D
Sexta, Segunda e Terça 15:15 / 19:15
Sábado e Domingo 14:00 / 18:00 / 20:00

Sala 7, de 07/10 a 11/10
Legendado 3D
Sexta, Segunda e Terça 17:15 / 21:15
Sábado e Domingo 16:00 / 22:00

Read Full Post »

Sai Aguinaldo, entra Bruno

Secretário de obras pede demissão do cargo, mas permanece na prefeitura

Por Thaís Yamanari

Aguinaldo Rosa, agora, ex-Secretário de Obras, pediu demissão ao prefeito Barbosa Neto (PDT) neste último fim de semana. Sem explicar seus motivos, especulara-se que tenha sido por causa das péssimas condições do asfalto do autódromo, fato evidenciado pela Stock Car realizada após três dias do recapeamento total da pista que derreteu ainda nos treinos. Mas, Rosa disse que os motivos, em poucas palavras, são vários. ”Desde que eu comuniquei a minha saída do cargo eu nunca afirmei que deixaria de trabalhar na prefeitura. Continuo trabalhando. Ninguém vai largar nada, tudo está funcionando. Mas eu só vou falar na hora adequada sobre isso”, declarou o ex-secretário.

O novo secretário de Obras da cidade é o engenheiro civil e de segurança do trabalho, Bruno Morikawa que já trabalhou na Cohab por 11 anos, tem 27 anos de experiência na engenharia e nos últimos dois anos trabalhou na Terra Nova Engenharia, uma das empresas responsáveis pela construção do residencial Vista Bela, do programa do Governo Federal “Minha Casa Minha Vida”.

Os problemas do asfalto de Londrina não são novos e quando ainda era Secretário de Obras, Aguinaldo Rosa falou com a gente, confira a matéria que permanece tão atual quanto os buracos da cidade.

Read Full Post »

Essa é a estimativa do Sindicato das Escolas Particulares do Norte do Paraná

Estimativas do Sindicato das Escolas Particulares (Sinep) do Norte do Paraná garantem que o aumento nas mensalidades das escolas particulares de Londrina podem chegar a 12% no próximo ano. A previsão é de que as menslidades su no mínimo de 9%.

Para Alderi Luiz Ferraresi, presidente do Sinep, esse aumento se justifica principalmente pelo fato de a inflação estar próxima dos 8%. “Não podemos ter uma aumento menor que a própria inflação, por isso a estimativa de no mínimo 9%”. Outro fator que influencia nesse aumento é o piso salarial dos professores, como garante Ferraresi. “O aumento no piso dos professores acompanha as variações do salário mínimo e está em torno de 15%”, garante.

O melhoramento da proposta pedagógica nas escolas particulares é outro fator que influencia no aumento segundo Ferraresi, que garante que cada escola deverá ter o bom senso de saber um valor coerente. “Vai depender do bom senso de cada escola aplicar um índice que caiba no orçamento dos pais”, finaliza.

Read Full Post »

O projeto de Lei aprovado pelos vereadores no último dia 14 de setembro, que proibia o fumo em locais abertos destinados ao lazer e à prática de esportes, além de banir a existência dos chamados “fumódromos” de estabelecimentos comerciais, foi vetado ontem (3) pelo prefeito Barbosa Neto. Segundo o parecer da Procuradoria-Geral do Município a lei aprovada é inconstitucional, já que as modificações na lei municipal alteraram as legislações federal e estadual existentes sobre o assunto.

O parecer determina que “o município não poderia editar legislação própria sobre o tema de saúde pública e em relação aos produtos fumígenos, mas apenas adaptar, complementar a legislação federal, naquilo que se mostrasse necessário à situação peculiar desta comuna, e não implementar novas restrições não previstas em legislação federal”.

Com dados do Bonde.com.br

Read Full Post »

Se tem um nome para se prestar atenção atualmente em Hollywood, esse é o de Ryan Gosling. O ator, que começou no Clube do Mickey ainda criança, se tornou nesse ano o queridinho do público e dos cineastas, que, ao contrário da crítica que já o elogiava há muito tempo, percebeu o grande ator que Gosling é e como ele consegue se encaixar nos mais diversos papéis. Ryan Gosling, para quem não sabe, é o protagonista de Diário de uma Paixão, filme de 2004 que é um dos melhores romances que o cinema contemporâneo já produziu e que serviu para colocá-lo em destaque. E se prepare para ver muito Ryan Gosling nas telas nos próximos anos. Estreando ainda esse ano ele tem Drive, drama elogiadíssimo que saiu com o prêmio de melhor direção em Cannes;  e The Ides of March, filme em que ele divide as atenções com George Clooney, que também é o responsável pela direção. Sem contar que ele já tem mais dois filmes encaminhados para 2012 e um para 2013, por enquanto. Toda essa introdução para chegar ao filme da Sessão de Domingo dessa semana: Amor a Toda Prova (Crazy, Stupid, Love, 2011), filme estrelado por Ryan Gosling que finalmente chega aos cinemas Londrinenses, depois de um mês de sua estreia no Brasil.

Amor a Toda Prova é o segundo filme da carreira dos diretores Glenn FicarraJohn Requa, cujo primeiro filme foi outra excelente comédia dramática, I Love You Phillip Morris (intitulada porcamente como O Golpista do Ano aqui no Brasil), que foi estrelada por Jim Carrey, Ewan McGregor e Rodrigo Santoro. A nova produção, que é mais uma comédia dramática romântica, conta a história de um casal, Cal (Steve Carell) e Emily (Julianne Moore), cujo casamento chega ao fim, depois de muitos anos, quando Emily assume ter traído o marido. Mas, mesmo com a traição, a “culpa” pelo final do casamento é a acomodação dos personagens. Eles já não sentem mais aquela paixão, se amam ainda, mas aquela chama que faz as coisas serem mais interessantes se apagou. Acabado com a separação, Cal encontra em Jacob (Ryan Gosling) um mentor para uma mudança em sua vida. Jacob é o típico garanhão cheio de estilo que sabe os movimentos e as falas perfeitas para pegar a mulher que quiser, e é isso que ele vai passar para Cal.

O grande destaque de Amor a Toda Prova é seu elenco composto por Steve Carell, Ryan Gosling, Julianne Moore, Emma Stone, Kevin Bacon e Marisa Tomei (essa é a mais fraquinha de todos, mas não que isso comprometa o resultado final). Além de serem nomes do sonho de qualquer diretor, cada um deles se encaixa perfeitamente ao seu papel. Carell, que também produziu o longa, consegue passar perfeitamente aquele ar de fracassado que caracteriza seu personagem no começo do filme, assim como deixa transparecer todas as mudanças pelas quais sofre depois da transformação feita nele pelo personagem de Gosling. Por falar em Gosling, sua construção de seu personagem é perfeita. Seu Jacob transpira confiança e estilo e é o tipo de cara que qualquer um gostaria de ser. Ele tem estilo até comendo uma fatia de pizza na mão. Julianne Moore, como sempre, entrega uma interpretação primorosa como a esposa frustrada e em crise com seu casamento, além de ter uma química surpreendente com o personagem de Carell. Já Emma Stone, como venho dizendo sempre, é uma das maiores revelações do humor, sempre entregando boas interpretações e fazendo como ninguém uma personagem sarcástica e divertida. Não dá para não falar dos dois atores mirins Jonah BoboJoey King, que interpretam os filhos do casal Cal e Emily. Excelentes, eles roubam as cenas em que estão presentes.

O roteiro de Dan Fogelman é outra preciosidade do filme. Mesmo mesclando diversos gêneros como comédia, romance e drama, ele consegue perfeitamente criar uma linha de história sem tropeços, inteligente, com discussões pertinentes em relação aos assuntos propostos e que ainda ironiza alguns clichês do gênero. Achei genial a cena da chuva por exemplo. Como em todo filme, naquele momento da virada, o personagem de Carell se encontra no meio da rua, depois de discutir com a persongem de Moore, e começa a chover. Eu instantaneamente pensei, “meu Deus, sério que vocês vão fazer isso?”. Mas, sem me dar tempo para me decepcionar, o personagem de Carell dispara: “What a cliché”.

Enfim, Amor a Toda Prova pode não ter a ousadia do primeiro filme de Ficarra e Requa, mas ele nem precisou para se tornar uma das melhores comédias dramáticas já feitas e um dos melhores filmes do ano. É um daqueles que te faz sair do cinema pensando na vida, nas escolhas e com um grande sorriso no rosto. Confira o trailer abaixo:

Serviço:
Programação do filme Amor a Toda Prova em Londrina
Classificação: 12 anos

Local: Cine Araújo, Catuaí Shopping
Programação:
Sala 2, de 30/09 a 06/10
Legendado
Diariamente 16:00 / 18:15 / 20:30

Local: Cinemas Lumière, Royal Plaza Shopping
Programação:
Sala 2, de 30/09 a 06/10
Legendado
Diariamente 19:10 / 21:30

Read Full Post »

Foi aprovada, no último dia 14, a lei que aumenta as restrições aos fumantes de Londrina. O projeto dos vereadores Márcio Almeida e Gerson Araújo, ambos do PSDB, proíbe fumar em praças, parques infantis e locais públicos destinados a práticas esportivas e de lazer, além de impedir a existência de fumódromos nos estabelecimentos. Agora, para que ela entre em vigor, só falta a sanção do Executivo. O Londripost foi às ruas para saber o que as pessoas estão achando dessa nova lei. Confira abaixo a opinião dos entrevistados:

Eu sou contra, pois existem tantas outras coisas tão ou mais prejudiciais que o cigarro. Claro que isso deve ser controlado, mas penso que não dessa forma, já que essas atitudes não levam as pessoas a refletirem e quererem mudar seus hábitos e deixarem seus vícios.

Adriane Gomes, 36 anos, professora e diretora da Casa de Cultura UEL

Acho uma medida válida. O fumo prejudica não só o fumante, mas também quem está ao redor dele, então, acho interessante que se proíba em locais públicos. A proibição de fumódromos acho que também é válida, já que o estado, supostamente, tem o dever de cuidar do bem estar do cidadão, às vezes, inclusive, contra a vontade dele, e incentivar um local onde o cidadão possa se envenenar com a permissão de todos é um contrassenso, apesar de isso não funcionar com todas as drogas lícitas. Pesquisas mostram que quando o fumante é tratado de forma rígida, quase como criminoso, como é o estado atual de coisas, o número de fumantes tende a diminuir.

Diego Filipe Araujo Alcântara, 26 anos, psicólogo

Acho injusto, porque pelo menos o que eu li sobre a notícia, eles querem conscientizar o cidadão a parar de fumar, que balada aumenta o número de fumantes e de cigarros por dia, mas acho que essa é uma decisão de cada um. Todo mundo sabe que fumar faz mal, se o pessoal fuma na balada, eles vão fumar fora dela também. Os meus amigos já falaram que se isso entrar em prática mesmo, eles vão para balada só em determinados dias e mesmo assim vão ficar impacientes. Então acho que muita gente vai ser prejudicada. Nunca ouvi ninguém falando que se sentia prejudicado por um fumódromo, pelo contrário, até quem não fuma (tipo eu) adora um fumódromo pra fazer amizade.

William Zanata, 21 anos, estudante

Acho uma medida desnecessariamente repressiva, não acho possível incomodar alguém quando se fuma num local aberto, e extremamente injusto não destinar um local para os fumantes ficarem à vontade, é ridículo. Para falar a verdade acho até uma medida abusiva, é um absurdo isso, não podem reprimir as pessoas assim, é preconceito.

Carla Siqueira, 24 anos, administradora

Read Full Post »

Finalmente entra em cartaz no Brasil, e também em Londrina, a comédia sensação das bilheterias norte-americanas desse ano, Missão Madrinha de Casamento (Bridesmaids, 2011), que foi lançado por lá em maio. O filme é mais uma produção do renomado Judd Apatow, conhecido por produzir e dirigir grandes comédias com humor inteligente voltadas para o público adulto como O Virgem de 40 Anos, Ligeiramente Grávidos e Superbad.

Bridesmaids (chamarei assim o filme, já que acho o título nacional péssimo) conta a história de Annie (Kristen Wiig), uma mulher com mais de trinta anos que vem passando por uma época difícil em sua vida. Sua confeitaria faliu, ela foi largada pelo namorado, trabalha em uma joalheria graças a um favor do dono do lugar a sua mãe e divide apartamento com duas pessoas muito estranhas. Além disso, ela tem um relacionamento de sexo apenas com Ted (Jon Hamm) que não faz bem para ela. A única coisa que permanece como sempre foi é a sua grande amizade com Lillian (Maya Rudolph), que ela conhece desde criança.

Quando Lillian anuncia que vai se casar e chama Annie para ser uma de suas madrinhas, as coisas se tornam um caos, e o principal motivo disso tudo é a outra madrinha, Helen (Rose Byrne). As duas começam a competir pela amizade e pelo papel de principal madrinha no casamento de Lillian.

O filme, dirigido por Paul Feig em seu primeiro trabalho como diretor para o cinema, pode ser considerado uma adaptação do clássico bromance, só que dessa vez protagonizado por duas mulheres. Para quem não sabe, o bromance é a denominação para aqueles filmes, comédias normalmente, que focam na forte amizade, ou mesmo na construção dela, por dois caras, assim como todos os problemas enfrentados por eles para manterem essa amizade.

Bridesmaids prova, acima de tudo, que nem sempre é necessário um roteiro complexo e cheio de reviravoltas e subtramas para se fazer um bom filme. Paul Feig consegue, com uma linha de história simples, criar a que é, para mim, a melhor comédia do ano, e uma das melhores já feitas, usando as oportunidades de momentos do dia a dia para criar situações hilárias que fazem o cinema vir abaixo de tanto rir. E o que não faltam em Bridesmaids são momentos constrangedores para as protagonistas que te farão sair com a barriga até doendo de dentro do cinema.

Muito do crédito vai também para o excelente time de protagonistas escolhido para o filme. Kristin Wiig, que também é responsável pelo roteiro, mostra que passou da hora de conseguir a atenção que merece, já que é uma excelente comediante e tem um timing incrível. Funciona muito bem também a interação de Wiig com o resto do elenco. Ela e Maya Rudolph realmente passam aquela impressão de se conhecerem a muito tempo. Já seus momentos de tela com Rose Byrne (Helen) são impagáveis e seus confrontos os melhores. Não dá para esquecer de Melissa McCarthy como a cunhada louca de Lilian; Wendi McLendon-Covey, como Rita, a prima cínica de Lilian; e Ellie Kemper, como Becca, a amiga inocente. Jon Hamm também está surpreendente, totalmente bobão, algo bem distante do sério Don Draper de Mad Men, pelo qual ficou conhecido.

Mas não há como negar, mesmo com todos os ótimos nomes, o filme é de Wiig, que rouba cada cena e não tem vergonha de se fazer de ridícula para causar risadas. Sem contar certos momentos brilhantes como a cena em que elas vão provar os vestidos e sua direção imprudente no final do filme. Genial, essa é a palavra que define Bridesmaids. Se você gosta de comédias, não deixe de conferir esse filme incrível. Confira o trailer abaixo:

Serviço:
Programação do filme Missão Madrinha de Casamento em Londrina
Classificação: 14 anos

Local: Cine Araújo, Catuaí Shopping
Programação:
Sala 2, de 23/09 a 29/09
Legendado
Sexta, Segunda, Terça, Quarta e Quinta 16:30 / 19:00 / 21:15
Sábado e Domingo 16:30 / 19:15 / 21:45

Read Full Post »

Older Posts »