Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘mundo’

Por Fernanda Cavassana

A amiga quietinha do colegial, há 4 anos não me vê. Eu vejo ela em jornais e revistas, os ensaios fotográficos são os mais lindos. Virou modelo. Seu corpo mudou, sua cabeça também e suas atitudes muito acompanharam as transformações. As suas histórias também não combinam com a menina que eu vi dando seu primeiro beijo aos 16 anos. Que não saia tanto, não bebia e quase não namorava.  Hoje ela faz um tanto muito disso tudo. Está na faculdade, e, mesmo sendo a aluna número um em notas na época em que convivia com ela, já ganhou mais um ano no curso e algumas DPs pro currículo. Nem sei se somos amigas ainda. Amigas de infância sem muito contato, eu diria.

Minha mãe me contou uma história ontem que nos levou a uma conversa séria via MSN e que por pouco eu não transformei em discussão. Segundo ela, enquanto trabalhava, ouviu dois homens conversando sobre uma viagem que o outro tinha feito.

– Quando eu tinha 20 anos, eu dirigi um caminhão para a Coca-cola, hoje eu tenho o meu próprio caminhão! Nessa última viagem, eu levei o meu menino e disse que ele tinha que aprender a dirigir caminhão também, um dia ele pode precisar e já deveria saber.

– Mas, quantos anos tem o seu menino? – perguntou o amigo.

– 23.

– Nossa, como é engraçado. Quando nós tínhamos 23 anos, já éramos donos das nossas vidas, tínhamos filhos, responsáveis já por uma família e ralávamos para conseguir isso. Hoje, chamamos o filho, da mesma idade, de “menino”. (essa já era minha mãe na conversa)

– Pois é. Acontece que o mundo está ‘muito mais cruel’ hoje e nós protegemos cada vez mais nossos “meninos”.

Minha mãe tem dois filhos, os dois com mais de duas décadas de vida. Os dois, universitários, sustentados – como todos os nossos colegas da mesma idade – por ela e pelo meu pai.

Minha amiga pode ter mudado, mas isso pode ser apenas  uma conseqüência de uma adaptação a tudo que está a sua volta. Ela não foi a única que mudou, eu mudei. Todos mudaram. E sempre haverá mutações, porque é realmente chato chegar a um objetivo num instante. Talvez seja difícil lidar com mudanças, principalmente quando são as suas pessoas que mudam. Mas como um certo estranho me disse uma vez, a essência está ali ainda. As pessoas criam escudos, máscaras, proteções contras os seus medos, porém, muitos conseguem cultivar a personalidade e quem realmente são lá dentro.

“O mundo está muito mais cruel”. E já que eles viveram o mundo de antes e vivem no hoje, quem seria eu para discordar. Deve ser verdade.

Anúncios

Read Full Post »

Por Fernanda Cavassana

Tá, tem uma semana já. Mas a pauta nem está tão fria! Ainda encontro quem não tem twitter e (agora, não assiste ao programa global Central da Copa, com o Tiago Leifert) e está meio por fora da MAIOR PIADA INTERNA do mundo. CALA A BOCA, GALVÃO!

Longe de poder ignorar a campanha – apareceram até faixas durante o jogo do Brasil transmitido pela emissora – a Rede Globo resolveu não “nadar contra a corrente”.  Uma das “brincadeiras” feita pela própria é o aplicativo feito para “atrapalhar” os colegas no trabalho, para isso, basta clicar em  um balão com falas do Galvão e ficar ouvindo a voz do locutor!

Você pode clicar nesse lnk e ir “se divertir” – se é que há graça- no blog do globo esporte.

A Piada interna deve ficar como primeira nos TTs até o final da Copa! A ideia da falsa campanha ambiental é sensacional. Para quem ainda não viu, divirta-se!

Read Full Post »

por Leonardo Caruso

Assisti a quatro dos cinco jogos que já se encerraram nesta Copa do Mundo da África. E senti uma necessidade de comentar a respeito. Muito se falou das seleções africanas. Primeiro de forma a minimizar a importância e o futebol desses países perante aos adversário tidos como favoritos, algo coadjuvante na competição. Posteriormente, durante os jogos, um ar de quem dominou o jogo (ou no caso, os jogos).

Nigéria e África do Sul realmente foram muito competentes, com uma marcação forte, um meio campo criativo, explorando bem os contra-ataques, o porte físico e a velocidade de seus afro-jogadores. Mas falta a esses países ao que faltava ao Palmeiras: aproveitamento de finalizações. Não basta criar jogadas, os jogadores tem que aproveitá-las. E isso, com toda consideração aos esforços sul-africanos e nigerianos, só vejo como capacidade de dois atacantes, o marfinês Drogba e o camaronês Eto’o. Do resto, vai sobrar só a vontade.

Os outros jogos

Uruguai e França fizeram um belo jogo. Discordo de vários comentaristas que apostam nos “Bleus”. O time latino está muito bem posto em campo e com um bom entrosamento. Forlan é impossível no ataque. Acredito nesse time.

Já Inglaterra e EUA fizeram um ótimo jogo, com ambos os times bem estruturados e com jogadores de alto potencial. O primeiro tempo, apesar do gol inglês, foi marcado pela atuação americana e pelo “frangaço” do guarda-redes britânico. Durante o segundo tempo, os ingleses mostraram um futebol “real”, muito bem entrosado e bonito de se ver. O goleiro adversário defendeu todas. Infelizmente, a Inglaterra pagou pela falha de seu goleiro.

Coréia do Sul e Grécia não consegui assistir (o jogo foi 8:30 da manhã).

Próxima rodada

Os jogos de amanhã parecem ser os mais fracos, com Argélia enfrentando a Eslovênia às 8:30h, a Sérvia pegando Gana às 11h e às 15:30h, uma Alemanha desfalcada por lesões enfrenta a Austrália. É torcer pra ter muito gol, porque se o jogo for truncado, vai ser difícil de assistir!

Read Full Post »

por Leonardo Caruso

Finalmente saiu a convocação dos guerreiros que vão representar o Brasil na Copa do Mundo Fifa 2010.

Se você só quer saber quem vai, identificando a carinha do indivíduo pela foto, é só clicar na imagem abaixo. Caso você queira alguma mensagem em “agradecimento” ao maestro da nossa querida Seleção Brasileira, daquelas que circulam no #twitter, continue lendo.

Será que leva o caneco? fonte: http://www.estadao.com.br

(mais…)

Read Full Post »

por Pedro Rosa

O Londripost valoriza muito comidas agradáveis, sendo até dicas em outros posts. Apoio plenamente, pois umas das melhores coisas nessa vida é comer.
Eu particularmente adoro comer um lanche de esquina, pastel de feira e outros quitutes comuns na nossa cidade. Mas uma coisa que nunca me ocorre enquanto eu como é o quanto eu engordo fazendo isso. Só paro para pensar nessa tristeza quando subo na balança e o visor indica um valor muito maior do que imaginava ser possível para um ser humano.
Ser gordo é motivo de zuação, chacota e preconceitos nessa sociedade. Digo agora que não tenho nada contra gordos ou pessoas acima do peso, pois afinal me enquadro nelas. Mas o meu ponto é, gordo faz gordisse sim! Não adianta, eu faço um monte mesmo, vejo outros fazendo também.
Esse vídeo que eu aconselho é uma visão dos gordos que o site Mundo Canibal tem, e que achei muito interessante e pertinente.

Para quem gostou do vídeo, acesse: www.mundocanibal.com.br .

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

do Chongas

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

No fim do ano passado, o também integrante deste humilde blog, Leonardo Caruso, emprestou-me uma revista. Diferente de todas as outras que eu costumava ler, esta publicação logo me chamou a atenção. E o que era interessante? Tudo.

Estou falando da curiosa e divertida Mundo Estranho (ME). A revista, publicada pela editora Abril desde 2001, chama a atenção exatamente por trazer conteúdos únicos. É uma variedade de curiosidades científicas, culturais, históricas e até mesmo de banalidades.

A revista traz ciência, história e... futilidades

Em uma leitura descompromissada – pois, a revista propícia uma leitura leve e totalmente sem compromissos, a chamada “leitura de banheiro” -, você encontra desde uma coletânea sobre as piores maldições do mundo até o modo como é feita uma prancha de surf. A impressão é de que as reuniões de pauta da equipe responsável pela ME pensam naquilo que é incoerente de publicar em uma revista e tentam fazê-lo. E realmente acaba fazendo de modo bastante competente.

A parte visual merece um parágrafo à parte. A publicação usa e abusa dos infográficos. Apesar de, em um primeiro momento, as páginas parecerem “poluídas”, com um olhar mais atento, você percebe que as ilustrações são bem feitas, cômicas e até mesmo completam a informação dada na matéria. E tudo é sempre colorido e coerente.

Não que eu não soubesse da existência da ME, mas, o fato é que nunca tive a curiosidade de abrir sequer para folhear. Acho que por puro preconceito bobo de achar que somente havia futilidades na publicação. Porém, hoje, virei fã da revista, mais que recomendo por ver nela um “novo” (entenda aqui “novo” por “pouco usual”) modelo informativo e, se você quiser saber como um encantador de serpentes faz seu truque, é só ler a ME ou dar uma perguntadinha para mim! 😉

Serviço

Revista Mundo Estranho

Editora Abril

Preço: R$ 8,95

http://mundoestranho.abril.com.br/

Read Full Post »

Older Posts »