Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘projeto’

por Vitor Oshiro

O jornal Online Conexão Ciência iniciou suas atividades em 2010. Coordenado pelo professor Mario Benedito Sales, a publicação começou como uma tentativa de suprir o pouco espaço jornalístico que é dado à divulgação científica e, principalmente, em auxiliar a formação dos estudantes de Jornalismo da Universidade Estadual de Londrina.

Ao longo de 7 anos, o Conexão Ciência já divulgou a evolução de inúmeros projetos, entrevistou pesquisadores, noticiou descobertas e cobriu muitos eventos da área.

Vale a pena conferir no site do jornal ou em seu blog.

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

 Ong Projeto Criança Feliz atende crianças e adolescentes carentes da Região Leste de Londrina que compreende os seguintes bairros: Jd: Santa Fé, Jd: Marabá, Jd: Monte Cristo e Invasão Morro dos Carrapatos, regiões carentes da cidade de Londrina. Além do projeto musical (Instrumental, vocal e dança) desenvolvido a mais de um ano, o projeto também realiza freqüentemente diversas ações sociais.
Para o dia 04 de Abril data em que se comemora a Páscoa, o Projeto Criança Feliz esta iniciando uma campanha de Páscoa, na intenção de entregar 500 Ovos de Páscoa para crianças, adolescentes, e voluntários do projeto. Para que seja possível realizar essa campanha, a Ong esta solicitando ingredientes para confecção desses 500 Ovos de Páscoas; abaixo a lista de ingredientes:
· 25 kilos de chocolate ao leite em barras.
· 150 papéis para embrulho para ovos de páscoas.
· 05 rolo de papel alumínio 40cm X 7mt.

Contatos: (43) 3324-6115 – (43) 9107-8853 – (43) 8813-2693 – (43) 8402-2506.
Endereço: Av: Duque de Caxias, 3511 – Centro – Londrina.

Do Café com Pizza

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Você sabia que ter um problema de pele pode deixar marcas que vão além da estética? E é pensando nisso que a Clínica Psicológica da UEL receberá, até 31 de março, inscrições de crianças e adolescentes de até 14 anos que sofram com problemas crônicos de pele.

O objetivo é entender como a psoríase, a dermatite atópica e o vitiligo podem mudar as atividades do dia-a-dia e o comportamento das crianças e de seus pais, auxiliando-os a lidarem melhor com a doença e seu tratamento.

Os interessados poderão se inscrever ou obter mais informações diretamente na Clínica Psicológica que fica no Centro de Ciências Biológicas da UEL ou pelo telefone (43) 3371-4237.

Fonte: Agência UEL

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Se você está de bobeira, sem querer trabalhar e com vontade de ficar navegando pela internet, confira o Jornal do Ceca.

O endereço é o http://www2.uel.br/ceca/jornal/index.html

A publicação está em seu quarto ano e é feita por alunos de Jornalismo da UEL. Qual o tema principal? Ahn… Notícias do Centro de Comunicação, Educação e Artes, vulgo CECA!

Este ano, o jornal ainda tem uma novidade: a presença no twitter (http://twitter.com/JornaldoCECA).

Bom, em breve, dedicaremos um espacinho maior a esta publicação! Enquanto isso, confira lá!

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Você está andando feliz, ouvindo a nova música do NxZero e segurando sua mochila para não ser roubado quando, de repente, sente um cheiro péssimo. Você olha para o rapaz que está comendo um cachorro quente ao seu lado e balança a cabeça como sinal de desaprovação. Mas, o coitado não tem a menor culpa.

O que ocorreu é que você está perto do Bosque Central de Londrina: um lugar com idosos, muros pichados e muita, mas MUITA, titica de pomba. E isto não vem de hoje e nem é exclusivo do Bosque Central.

No meu primeiro ano em Londrina (há quase quatro anos), fui à Praça Rocha Pombo (o nome não é coincidência) e lá as pombas parecem galinhas caipiras, que nem mesmo se assustam quando passamos perto. As amargosinhas apenas olham pra gente e continuam fazendo aquele barulhinho agradável (ponto de ironia).

Longe da simbologia da paz que carregam, em Londrina, as pombas causam medo e são consideradas uma praga. E o que a Prefeitura de Londrina está fazendo sobre isso? A  Secretária de Meio Ambiente (Sema) está esperando o aval do Ibama para executar um projeto de extermínio em cerca de 50 mil das ditas cujas.

Apesar de ser um grande defensor dos animais, acredito que o Ibama liberará a ação e que é a coisa certa a se fazer. Não pelo cheiro, não pelo chão sujo e nem pelo tamanho das pombas (que são capazes de devorar um poodle – ponto de exagero), mas por arriscar a saúde do londrinense. Parece que está aberta a temporada da caça às pombas, minha gente! (ponto de metáfora, já que tudo será feito de modo controlado e ninguém poderá sair com uma espingarda ou uma zarabatana matando as pombas…)

 

E você? O que achou do projeto? Tem alguma outra idéia? Comente que o Londripost está ansioso para saber a sua opinião!

Read Full Post »