Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Recomendamos’

por Lígia Zampar

Terça-feira é dia de Recomendamos, e de terça-feira, quinzenalmente, é dia de Terça Tilt.

Tilt é uma balada do bar Valentino, que é para todos os gostos e pessoas. Segundo Desirée Molina, que discoteca no bar, a tilt é pra dançar até os pés gritarem por socorro. É um lugar que você pode ir de tênis ou de salto e ninguém acha estranho. 

Nesta terça-feira, os djs Nelo, Katy K e Desirée vão ser os responsáveis pelo som da noite. è bom aproveitar porque a próxima é só daqui 14 dias!

Read Full Post »

por Lígia Zampar

RPC Imagens

 

Como não poderia deixar de ser, o Recomendamos de hoje é sobre gastronomia.

Sou fã de lanchonetes, restaurantes, cafeterias, sorveterias/gelaterias, aquele bom e velho fast food, pizzaria… Tudo o que envolve a arte de degustar, eu me sinto atraída.

O Recomendamos de hoje é para quem quer provar um sorvete (gelato?) mais sofisticado que o normal. Na gelateria Freddo é possível provar todos os sabores e não parece existir um que não valha a pena.

A dica de hoje é para o sabor Dolce di Late, o nosso doce de leite. Uma mistura cremosa e doce na medida certa, que não faz enjoar aqueles que não gostam de pratos muito doces.

O Recomendamos também fica para todos os outros sabores que reservam uma experiência gastrômica a parte!

A gelateria Freddo já foi premiada pela Revista Veja como a Melhor da Cidade, na franquia de Curitiba.

Uma casca grande com duas bolas de sorvete sai por 7 reais.

Em Londrina, a Freddo fica na avenida Higienópolis, número 436.

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Sei que o colunista Beto Carlomagno ficou incumbido de fazer críticas cinematográficas no blog. Porém, meu atual estado de desempregado, aliás, se alguém estiver lendo isto e me der um emprego eu ficarei muito feliz minhas longas férias fazem com que eu passe horas e horas assistindo a diversos filmes. Por isso utilizo o recomendamos de hoje para indicar um deles.

O filme em questão é a comédia romântica 500 Dias Com Ela [(500) Days of Summer, 2009]. A história é bastante comum: o moço conhece a moça, apaixona-se à primeira vista e o este relacionamento muda sua vida.

sedentario.org

Porém, as semelhanças com outros exemplares do gênero param por aí. Fica claro que os personagens não são perfeitos. O modelo dessa falibilidade é o protagonista, que é formado em arquitetura, mas trabalha como um medíocre escritor de cartões; é bem mais velho que sua irmã, mas ainda recorre aos conselhos da caçula; quer namorar, mas tem medo de pedir; acredita no amor, mas não consegue sequer defini-lo.

E o mesmo molde é utilizado no relacionamento em questão. A narrativa começa exatamente no dia 1 e passeia pelo filme em ordem não cronológica. Assim, fica bastante evidente o desgaste que o tempo provoca em um relacionamento que parecia ser perfeito.

A temática do filme pode ser exatamente simplificada na inexistência do amor idealizado. E, se você ainda estiver em dúvida sobre esta mensagem, uma cena trata de acabar com elas. O protagonista vai a uma festa e a tela se divide em duas. Na esquerda, há as expectativas românticas dele e, na direita, a realidade.

Mas, acalme-se. O filme não é um drama depressivo. Com boas atuações e uma trilha sonora amena e coerente, a história traz um humor sem exageros que equilibra a frustração daqueles que esperam uma história de amor ideal.

E é exatamente esta falta de exageros, a melancolia bem humorada da realidade e a fuga da mesmice do gênero que não me deixaram arrependido de ter  realizado o condenável ato de baixar este filme da internet ter ido ao cinema e conferido. Vale a pena.

Serviço:

(500) Days of Summer
EUA , 2009 – 95
Romance
Direção:
Marc Webb
Roteiro:
Scott Neustadter, Michael H. Weber
Elenco:
Joseph Gordon-Levitt, Zooey Deschanel, Geoffrey Arend, Matthew Gray Gubler

Read Full Post »

por Lígia Zampar

Jogatina.com

O Recomendamos de hoje é para aquelas pessoas que gostam de jogos de cartas. O site jogatina.com  permite que você jogue com seus amigos online truco, tranca, buraco e poker. E o que é melhor, de graça!

O site tem um layout dinâmico e organizado, que permite que você escolha a sala e a mesa em que vai se sentar. Jogatina.com tem ferramentas que faz você se sentir em um jogo de bar de verdade, desde beber uma cervejinha ou servir um petisquinho aos seus oponentes.

Enquanto você joga é possível manter um chat entre os participantes.  O único problema é que se você não é assinante, tem limite de jogada.

Para assinar, o custo é de R$9,99 por mês.

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Bom, seguindo o estilo do “Recomendamos” da semana passada, hoje, a seção ainda mantém o caráter de quintal. A dica de agora é o blog “ou sara, ou piora”, da estudante de Jornalismo da UEL Sara Hermógenes (sim… o nome do blog é um trocadilho a lá Casseta e Planeta com o nome da autora).

Esta é a imagem de cabeçalho do blog. Só não me perguntem o que ela significa...

O blog é bastante pessoal e tem certo ar literário. A autora consegue mesclar crônicas fictícias com histórias de sua vida – e de sua cachorra – de um modo que fica bem gostoso de ler.

Além disso, há uma seção que, particularmente, achei fantástica. É exatamente o contrário do que vocês estão lendo. É o “(não) Recomendamos nas férias” que, como o nome já diz, serve para a autora dar dicas construtivas de filmes ruins para você não assistir e até mesmo como não proceder no twitter se “não for famoso como o Tiger Woods”.

A única crítica que fica é a de que poderia haver mais postagens. Porém, acho que é exatamente por isso que o blog é de qualidade. É nessa falta de compromisso da publicação que ela se torna gostosa e legal. O leitor acaba sentindo que o blog é feito por prazer, praticamente por um hobby da leitora. Não há aquele apelo por comentários e por leitores assíduos. A impressão é a de que, se ninguém ler, a autora não se importará.

Bom, mais do que recomendar, ficamos felizes em ver esta nova “safra” de futuros jornalistas que enxergam nos blogs uma nova forma de mídia. Seja para informar ou mesmo para falar de sua vida particular – ou da vida particular de sua cachorra -, a qualidade está sendo mantida. E, como já afirmado aqui, a publicidade precisa ficar de olho nisso!

SERVIÇO

O endereço do blog é o http://ousaraoupiora.wordpress.com e o twitter da autora é o http://twitter.com/ousaraoupiora

Read Full Post »

Por Fernanda Cavassana

Meio quintal sim, admito. Mas, ponham fé! As indicações do Recomendamos de hoje valem a pena! Para você, que aprecia uma leitura mesmo online, serão indicados mais blogs de estudantes de jornalismo da UEL. É verdade que são meus colegas, somente jovens universitários; mas recomendo pelo conteúdo que apresentam.

O primeiro é o Behind The Scenes ( http://behindthescenes-takes.blogspot.com/ ). Há muitos sites e blogs sobre cinema, você com certeza conhece alguns, ou pelo menos tem um como seu preferido; esse já é o primeiro que verifico sempre. Por meio de seus posts, é possível acompanhar os lançamentos e premiações, ficar por dentro dos seriados que estão na moda, e saber quais produções fizeram sucesso e quais fracassaram. Beto Carlomagno, autor do blog, conhece inúmeras obras e os diversos trabalhos dos produtores e atores que analisa.
Além de desenvolver seu trabalho como crítico na área, Beto utiliza o Behind The Scenes para compartilhar suas opiniões com seus amigos e leitores.

O segundo é o Arrepios (http://arrepios.wordpress.com/). Leticía Nascimento é escritora, não há como discordar. Seu blog é mais um em que passo diariamente para acompanhar seus posts. Assim, como nosso colega Beto, ela ama cinema e tem uma facilidade incrível para escrever roteiros, criar histórias.
Em seu blog, Letícia nos mostra um pouco de seu talento. São textos apaixonantes, que prendem qualquer pessoa interessada neles, pode conferir!

Há outros blogs, de outros colegas que dedicam seu tempo em expor suas idéias na internet; mas hoje, a dica fica por conta desses dois!

Read Full Post »

Por Fernanda Cavassana

Descansar, viajar, aproveitar a companhia da família e de amigos de outras cidades. Tempo livre para o lazer, ver filmes, ler livros, para tudo isso: férias! Se durante o ano os trabalhos e outros compromissos me consomem horários extras, nas férias sempre reservo algumas horas diárias para a leitura. Para esses meses, já havia selecionado uma lista – bem variada – de livros para mim. Três já foram e serão eles que eu irei recomendar a vocês hoje.

– Como se tornar o pior aluno da escola, Danilo Gentili


Foi um presente de uma amiga querida no natal, que ‘devorei’ assim que ganhei! Livro de sátira e humor, escrito pelo conhecido repórter do CQC. Dá dicas de como um aluno deve agir durante sua vida escolar para “obter sucesso” em ser o pior da sala e ser feliz, só porque faz o que quer. O livro é altamente ilustrado, os textos são curtos, mas engraçados. As constatações do autor sobre algumas aulas e atitudes de estudantes e professores viram piadas. O livro também dá aulas de respostas mal-educadas para pais e professores e ensina mentiras para determinadas situações. Há ainda o “o grande livro dos pequenos planos” – uma parte do livro que se assemelha muito aos planos infalíveis do Cebolinha na turma da Mônica e do gato Tom para pegar o Jerry, contendo planos maldosos para serem aplicados na escola. Segundo o próprio livro, ele é um “manual completo, ilustrado, revisado e não recomendado para estudantes”.

– Memórias de uma gueixa, Arthur Golden


Há algum tempo queria ler este, nessas férias deu certo. Livro publicado em 1997, já passou por várias edições e se transformou em filme pela Columbia Pictures. Com a história de Nitta Sayuri, é possível conhecer a tradição japonesa de uma forma inigualável. Com fatos históricos, passando da grande depressão, relatando a Segunda Guerra Mundial e chegando até os anos 60, o livro permite que acompanhemos a vida das famosas casas de chá e gueixas do Japão e as mudanças que as ações do país trouxeram como conseqüência desses fatos. Além da rica cultura japonesa, o romance trata sobre a sexualidade e surpreende, enquanto uma obra escrita por um homem, por descrever os fielmente os sentimentos femininos.

– O primeiro mandamento, Brad Thor


Já postei aqui meu apreço por histórias terroristas e da política norte americana para combater essas ações. É verdade que a história se assemelha a do agente Jack Bauer do seriado 24, e foi o que me levou a comprar este livro. Scot Harvath é o agente contraterrorista que tem familiares e pessoas que estima mortas. Ao descobrir que os Estados Unidos quebraram o primeiro mandamento da lei contra o terrorismo, sai em busca do assassino contra as regras que deveria seguir. Nessa caçada, ele é acusado de traição pelo seu próprio governo, é procurado pela CIA e o presidente exige que ele seja capturado vivo ou morto. O livro está na lista dos mais vendidos do The New York Times.

Serviço

Esses livros podem ser encontrados em livrarias de todo país e também são vendidos pela internet. O site submarino tem os três com preços em promoção. Boa leitura nessas férias!

Read Full Post »

Older Posts »