Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘relacionamento’

por Leonardo Caruso

Bom, o recomendamos de hoje tem um pé na arte dos vídeos. Não chega a ser o grande cinema, mas é repleto de pequenas produções muito bem feitas. O Vimeo, é uma rede social especializada em vídeos, assim como o Youtube. Em termos de quantidade de conteúdo, o Vimeo perde para o “concorrente” mais conhecido, porém, as produções independentes e curtas são de altíssima qualidade e dos mais variados temas. Na minha opinião, tem um layout mais bonito que o Youtube e é um pouco mais organizado.

Além disso, existem álbuns, grupos e canais. Genericamente, os álbuns são vídeos organizados, os grupos destinado a videos distintos de um tema, e os canais, vários vídeos sobre o mesmo tema. É tênue a divisão entre grupos e canais, mas ao participar de um deles, você se acostuma com as características. Há também a possibilidade de “subscribe“, que como um blog, é seguir um determinado usuário e, sempre que este tiver atualizações, aparecerá na página inicial. Por fim, se você gostou de algum vídeo, você pode marcá-lo para que apareça na página “My likes”.

O grande trunfo deste site, na minha opinião, é ter uma produção alternativa de ótima qualidade, tendo reduzida taxa de vídeos “poluentes”. Há canais e grupos específicos para câmeras modernas como as da Canon e da Nikon. Para aqueles que não se simpatizam muito com o “iutubiu”, e querem vídeos de alta qualidade, ou em 3D, Vimeo é o lugar.

Anúncios

Read Full Post »

por Leonardo Caruso (o autor que esquece de se identificar nas postagens e deixa a cargo do editor do blog)

Veio tarde da noite este recomendamos, mas, veio com uma bela dica para os aficcionados em seriados. Principalmente aqueles que adoram trocar informações a respeito de suas séries prediletas e/ou que precisam organizar o conteúdo que já assistiram, além de ficar ligado nos episódios que serão lançados.

A dica de hoje é o site de relacionamento Orangotag.com. Bom, o que faz esse site? Basicamente, ele permite ao usuário organizar as séries que gosta e compartilhar com os outros usuários do sistema. Você, ao criar uma conta, poderá adicionar os seriados que assiste ou que assistiu e, caso esteja atrasado, o sistema irá emitir uma mensagem do tipo “Opa! Parece que você tá meio atrasadinho com House M.D.”. Além disso, pode-se permitir a publicação de posts de blogs pessoais e atualizações do Flickr no perfil do usuário.

Há a opção de se alterar a imagem do usuário, fazer amigos e permitir que sejam exibidas as últimas mensagens publicadas no twitter. Você também pode adicionar ao seu feed favorito (Feed, bem por cima, é um sistema na qual uma página exibide automaticamente as atualizações dos sites ao qual a pessoa é “assinante”).

Em palavras é meio difícil de explicar, portanto, aqueles que querem organizar a casa, conhecer novas séries e interagir com outros fãs dos seriados mais famosos (ou mesmo os desconhecidos), eu recomendo o Orangotag.com. Simples e muito útil! Algumas informações extras sobre este site e outras redes de relacionamento podem ser vistas no vídeo abaixo.

Read Full Post »

por Lígia Zampar

Aprender que nós, seres humanos, temos algumas características em comum com o mundo animal não é novidade. Não sabemos ao certo quem imita quem, mas que isso acontece, acontece. E eu posso provar.

Quem já foi a uma liquidação em qualquer loja feminina, sabe do que estou falando. Mulheres não agüentam qualquer descontinho que isso já se transforma em motivo para ela comprar e para ela ter uma desculpa, caso sua consciência questione a verdadeira necessidade da compra.

Vi essa cena em uma liquidação de sapatos. Tudo bem que não era qualquer liquidação, nem qualquer sapato. Eram aqueles calçados que são um luxo e toda mulher deveria ter (pelo menos) um par (por coleção).

Pois bem. Eis que chego nessa loja e ela já estava cheia. Olhando os rostos das mulheres que estavam lá dava pra perceber a ansiedade e o desespero em comprar tudo o que não deveria se comprar de uma vez. Algumas tentam encaixar nos braços a maior quantidade de calçados que consegue. Outras gritam desesperadamente por uma atendente, perguntando se aquele sapato que está na mão (ou nos pés) da outra não tem no seu número.

É um ambiente hostil, selvagem e principalmente, competitivo. Nessa loja, as que conseguiam carregar mais sapatos, as que tinham mais voz pra gritar ou mais jeitinho para pegar o sapato que outra experimentava, saíam ganhando.

As mais fortes sobreviviam. Ou nesse caso, saiam mais felizes (melhor que antidepressivos ou doses de serotonina) e com bem menos dinheiro na conta.

Mas a questão principal é que por um momento elas se tornam selvagens, talvez mais hostis que um animal caçando para o seu bando. E é nesse instante que acredito que mais nos encaixamos no mundo animal.

Nessas horas, o melhor é não deixar que nenhum homem nos veja. Saber esconder essas situações e as contas do cartão é fundamental para qualquer relacionamento. É também sempre bom deixar o homem pensar que ele é o caçador, o “macho alfa”, das nossas vidas.

Read Full Post »