Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘semana de comunicação’

Vitor Knijnik trouxe Marx e outros nesta última quarta-feira para III Semana de Comunicação

Por Thaís Yamanari

E se Shakespeare tivesse um blog e postasse sua célebre: “Ser ou não ser, eis a questão”!? O que será que as pessoas comentariam? Eleia ser trolado, é o que acredita Vitor Knijnik, publicitário, humorista, blogueiro, psicografista. A partir de uma ideia para a revista Carta Capital para uma seção de humor, depois de um ano, Vitor começou a fazer Blogs do Além, isso mesmo, com personalidades falecidas que geralmente são ressentidas, avarentas, deslocadas, mesquinhas, confusas e incomodadas com a Era Digital.

Knijnik seleciona e pesquisa o máximo sobre alguma personalidade falecida e toda a semana, sai um blog novo. O que era pra se transformar em uma página da revista, transformou-se em livro e o autor e todos seus pseudônimos famosos ganharam reconhecimento. Ano passado o Blogs do Além foi premiado no The Bobs – The Best of Blogs na categoria de blog humorístico. O The Bobs é o maior concurso mundial de podcasts, weblogs e videoblogs, considerado pelos blogueiros o Oscar da Internet.

No livro tem o conteúdo de 99 blogs, mas hoje já são 170 e semana que vem, tem mais um no ar. O prefácio do livro contém um depoimento verdadeiro do jornalista Mino Carta, fundador das revistas Veja, Quatro Rodas e Carta Capital. Também há um psicografado de Chico Xavier, uma orelha de Van Gogh e os autógrafos d Knijnik também são de celebridades como Shakespeare, Freud, Marx, entre outros.

A proposta dos blogs é misturar atualidades, pensamentos e ideologias do falecido, sempre com piadas, ironias, pensamentos e muito bom humor. O conteúdo é tão bem escrito e baseado no personagem, que Knijik foi confundido com Agatha Christie, mas se sentiu mal ao ver a felicidade da leitora/fã ao trocar comentários com a escritora.

Vale o clique.

Separamos três dos 170 blogs do Além com alguns grifos, para acessar o resto do material, visite o site oficial www.blog

sdoalem.com.br/pt/

Clique nas imagens para ampliar. O grifo amarelo é nosso.

Anúncios

Read Full Post »

Na programação da 3ª Semana de Comunicação da UEL, a Prof. Drª Maria Aparecida Ferrari,  da Escola de Comunicação e Artes da USP, proferiu uma palestra na manhã dessa terça feira, na UEL. A apresentação, entitulada “Como sobreviver em contextos vulneráveis”, foi assistida por cerca de 60 estudantes.
A professora destacou a importância para o profissional de Relações Públicas de estar sempre “antenado”, sabendo do que acontece no mundo. Além disso, a importância do profissional de Relações Públicas em atuar não só em momentos de crise. Entre os pontos apontados como essenciais para os profissionais de Relações Públicas, Ferrari destacou a percepção da identidade de uma empresa.
A professora afirmou que “a área da comunicação que hoje está em alta, pelo resultado que traz, é a de Relações Públicas”. Segundo ela, cada vez mais espera-se das empresas uma postura responsável correspondente à sua importância no cenário global, e isso é parte do trabalho de um RP, que deve atuar como estrategista, e não apenas criador de instrumentos de comunicação. Para isso, se faz necessário o domínio do conhecimento, e a pesquisa contínua. “Um profissional de RP que não entende de pesquisa terá sérias dificuldades para interpretar o que acontece em uma organização”, afirma.
Outras questões abordadas na palestra foram as ferramentas essenciais para  os profissionais de Relações Públicas, segundo Ferrari, são a análise de cenários – saber em que contexto se insere a empresa – e o gerenciamento de assuntos emergentes, que consiste no trabalho para evitar crises.

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

“Eu vendo minha mão de obra ao jornal, mas, nunca minha consciência”. Esta frase resume a postura do jornalista Jósé Maschio, conhecido como Zé Ganchão, que, conseguiu prosperar em um grande jornal paulista mesmo com sua ideologia conflitante às diretrizes do jornal.

Na palestra de encerramento da I Semana de Comunicação da UEL, o repórter especial da Folha de S. Paulo contou casos de sua trajetória jornalística e deu dicas de como fazer uma investigação jornalística de qualidade. “A principal dica é cultivar fontes em todos os lugares. A maioria das minhas reportagens nasce assim, quase que do acaso”, afirma.

Segundo Ganchão, ainda é preciso que o profissional tenha um bom conhecimento geral, pois, “somente assim ele não será manipulado e conseguirá entender o que o entrevistado realmente tem a dizer”.

Em relação à mídia alternativa, Ganchão aponta a internet como o caminho. Para ele, “hoje, quase todo mundo acessa a internet. Os blogs podem fazer a função de mídia alternativa, mas, precisam ser bem trabalhados. Não adianta ter um blog e reproduzir a mídia burguesa“.

Exemplificando diversas reportagens que fez, o jornalista formado pela UEL afirma que o profissional nunca deve esquecer que exerce uma profissão de função social. “Eu defendo a obrigatoriedade do diploma por isso. A profissão do jornalista é muito mais importante do que parece ser”.

E é exatamente ressaltando a importância da profissão comunicador – seja do jornalismo ou em relações públicas – que encerramos a cobertura do I Semana de Comunicação da UEL. Agradecemos a todos que acompanharam as palestras em tempo real no twitter ou que viram nossas reportagens no blog. Obrigado!

psSemana que vem voltaremos com nossas seções do blog normalmente!

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Com a recente escolha do Rio de Janeiro para sediar as Olímpiadas de 2016, parece que o tema esporte está em alta. Pelo menos foi isto que demonstrou o grande interesse pela Mesa Redonda em Jornalismo Esportivo promovida pela I Semana de Comunicação da UEL.

Compondo a mesa estavam o editor de Esportes do Jornal de Londrina, Diego Prazeres, e o repórter esportivo da Rádio Paiquerê, Lúcio Flávio. Entre os temas debatidos, uma questão levantada foi sobre a predominância do futebol na mídia esportiva. Segundo os palestrantes, eles tentam um equilíbrio entre as modalidades, porém, o futebol prevalece pelo fato da cultura do brasileiro, rendendo assim maior audiência e investimentos. 

Ainda neste tema, Lúcio Flávio apontou que o Brasil praticamente não tem uma política esportiva. Exemplificando isso, ressaltou a baixa produtividade do país nas Olímpiadas.

Em relação ao crescente uso da internet e das novas tecnologias na redação, os palestrantes afirmaram que ajudou muito, mas, não pode se tornar uma “muleta”. “Hoje, podemos ter a ficha de um jogador em segundos, mas, não podemos ficar presos a isso. Devemos usar, mas sempre checar e nunca abandonar o contato jornalístico”, declara Diego Prazeres.

Em relação à vinda da Copa do Mundo e das Olímpiadas, eles se mostraram otimistas. Segundo Lucio Flávio, o Brasil tem problemas, mas, isto não tem relação alguma com estes eventos esportivos. “O que se gastou com o Pan foi absurdo. Mas, não devemos usar isso para ir contra a vinda de um evento maior para o Brasil. O dever da população é fiscalizar“, argumentou Lucio Flávio.

Entre perguntas da platéia e dos leitores que acompanhavam o Londripost no twitter, os jornalistas esportivos passaram uma visão geral sobre assuntos como a presença da mulher na  cobertura de esportes, a falta de criatividade do setor e, principalmente, a rotina dos “bastidores da notícia” (Caco Barcelos que me desculpe pela frase…).

Read Full Post »

IMG_3195

Abertura da Semana de Comunicação teve a participação de estudantes e professores de outras áreas

por Lígia Zampar

A I Semana de Comunicação da UEL começou na noite de ontem, dia 26 de outubro, com a palestra “Mídia e Democracia: Panorama e Desafios para políticas públicas do setor”. A palestrante foi Rachel Bragatto, graduada em Jornalismo e Publicidade e Propaganda pela UFPR. O assunto da palestra foi seu estudo em seu mestrado em Sociologia, concluído em 2008, com a linha de pesquisa “Sociedade e Política nas Democracias Contemporâneas”. Ela é membro da Comissão Paranaense Pró-conferência Nacional de Comunicação e integrante do Coletivo Intervozes.
A principal temática e discussão da noite de ontem foi o papel da comunicação, que é a manutenção ou a transformação do imaginário social, modelando as visões de mundo. Rachel ressaltou que na mídia, nada acontece sem ser intencionalmente: toda a escolha de pauta e a visão que se dá para esse assunto são feitas para manter uma falsa realidade, que na verdade é moldada pelos grandes meios de comunicação.
A palestrante lembrou principalmente que o direito à comunicação é uma condição da democracia, e que os meios de comunicação de massa devem servir as necessidades da cidadania. Vale ressaltar que alguns direitos estão na Constituição Brasileira, como liberdade de expressão, liberdade de imprensa, proibição a censura, direito de respota e o direito de manter o sigilo da fonte.
Mesmo com o direito à comunicação, 94% dos donos da comunicação é de identidade privada, o que dificulta o acesso da comunidade à comunicação.
Além da I Semana de Comunicação, a I Conferência Nacional de Comunicação está trazendo a possibilidade de a sociedade apontar quais diretrizes e ações para a política pública do país. A I Conferência Nacional de Comunicação será realizada em Brasília, do dia 01 ao dia 03 de dezembro.
Para hoje pela manhã, a Semana de Comunicação da UEL realiza uma mesa redonda de Jornalismo Esportivo, com Lúcio Flávio, Diego Prazeres e Leandro Costa, e uma palestra sobre Comunicação Integrada e Construção da reputação empresarial, com Sérgio Maris.

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Durante esta semana estaremos trazendo para os leitores a cobertura da I Semana de Comunicação UEL, que começa hoje (26) e vai até o dia 29 de outubro.

Traremos reportagens sobre o que rolou nas palestras, mesas redondas e oficinas no blog. No twitter @londripost informaremos de dentro das próprias salas do evento em tempo real o que está acontecendo.

Mas, como tudo não é somente notícia boa, informamos que esta semana as seções fixas do blog – recomendamos, quarta crônica, humor de quinta e frase da semana – estão excepcionalmente suspensas. De resto, o Londripost funcionará normalmente.

Read Full Post »

crédito da imagem: superwebdesign.be

crédito da imagem: superwebdesign.be

Por Fernanda Souza

A semana de Comunicação da UEL, que ocorre de 26 a 29 de outubro, promovida pelo Centro Acadêmico (C.A) de Comunicação Social, será a primeira da instituição na área.

Voltada para estudantes, professores e profissionais, a semana também se propõe a uma discussão a todos os interessados na comunicação. “Principalmente a palestra de abertura, é do interesse de todas as pessoas saber identificar quem é que produz e quais são os interesses da mídia. Nós que somos da área, já entendemos mais, mas quem ainda é leigo, quem ainda é de fora, vai ter essa oportunidade também”. É o que afirma o presidente do C.A, Auber Silva, um dos organizadores da semana.

A palestra a que ele se refere é sobre  Mídia e Democracia e será ministrada pela comunicadora Rachel Bragatto, mestre em sociologia e integrante da Comissão Paranaense Pró-Conferência Nacional de Comunicação (Confecom), no dia 26, às 19h30, no CECA.

Ano passado o C.A também obteve a conquista de organizar a primeira semana de jornalismo da UEL.

De acordo com o presidente da atual gestão, este ano a semana é integrada e voltada principalmente aos cursos de Jornalismo e Relações Públicas, em uma tentativa de relacionar as duas áreas, ligando-as inclusive a outras áreas da comunicação, não oferecidas pela UEL. “A mesa redonda de marketing por exemplo, tem essa ideia de trazer mais perto da realidade do jornalismo e das relações públicas”, afirma Auber Silva.

O principal objetivo da semana é levar para os estudantes a visão dos profissionais que já atuam no dia a dia de empresas e instituições e discutir a prática comunicacional com o público alvo.

Serão realizadas palestras, mesas redondas e oficinas práticas com mestres, teóricos e profissionais de renome na área. Informações e resultados do evento, você confere aqui, no Londripost, com reportagens e entrevistas durante a semana, além de cobertura completa também no twitter.

Serviço:

I Semana de Comunicação da UEL

Inscrições – R$10,00
Até segunda-feira, dia 26, no C.A (CECA/UEL), durante os períodos da manhã e da noite.

Oficinas – R$5,00 cada.

Mais informações sobre a Semana pelo blog www.semanacom.wordpress.com ou pelo telefone (43) 9993-2017.

Programação:

(mais…)

Read Full Post »

Older Posts »