Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘transfusao’

por Lígia Zampar

O Ministério da Saúde lança hoje, dia 14 de junho, uma nova campanha de incentivo à doação de sangue. Com o lema “Doe sangue, faça alguém nascer de novo”, a campanha vai mostrar, até o próximo dia 30, como esse gesto de amor pode salvar vidas.

A campanha vai mostrar o depoimento de pessoas que tiveram suas vidas salvas com a transfusão de sangue. Haverá também a imagem de um bebê fazendo tarefa de adulto, representando as pessoas que nasceram outra vez ao receber sangue doado. A campanha estará na TV e também em outras mídias, como jornal, rádio e mobiliário urbano.

Cada vez mais a demanda por sangue aumenta nos hemocentros. O aumento de 30% no transplante de órgãos e o crescimento da população estão entre os fatores que fazem o país precisar cada vez mais de sangue para transfusão.

São coletadas por ano 3,5 milhões de bolsas de sangue no Brasil, quando o ideal seria 5,7 milhões. No Brasil, 1,9% da população é doadora de sangue. Mesmo estando este percentual dentro do parâmetro da Organização Mundial de Saúde (OMS) – de 1% a 3% da população – o Ministério da Saúde considera que é urgente e possível aumentar o número de brasileiros doadores: se cada pessoa doasse duas vezes ao ano, não faltaria sangue para transfusão no país.

Dia 14 de junho é Dia Nacional do Doador de Sangue, instituído em pela OMS e celebrado no Brasil desde 2004. A data é em homenagem ao cientista Karl Landsteiner, descobridor dos sistemas de grupos sanguíneos ABO. Para doar sangue, basta ir ao hemocentro mais próximo. Todo procedimento demora muito pouco, é seguro e não dói.

Consulta pública – Além da campanha, o Ministério da Saúde realiza uma consulta pública desde o dia 2 de junho sobre a proposta de mudar as idades mínima e máxima para doação. Hoje podem doar sangue quem tem em 18 e 65 anos. A proposta é que a idade seja de 16 a 68 anos. Com a mudança, 13,9 milhões de pessoas ficam aptas a doar sangue.

 Para doar sangue é necessário – Sentir-se bem, com saúde; apresentar documento com foto, válido em todo território nacional; ter entre 18 e 65 anos de idade; ter peso acima de 50Kg.

Recomendações para o dia da doação- Nunca vá doar sangue em jejum; faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior a doação; não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores; evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação; evitar alimentos gordurosos nas 3 horas antecedentes a doação; Interromper as atividades por 12 horas as pessoas que exercem profissões como: pilotar avião ou helicóptero, conduzir ônibus ou caminhões de grande porte, subir em andaimes e praticar pára-quedismo ou mergulho.

Quem não pode doar- Quem teve diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade; mulheres grávidas ou amamentando; pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como AIDS, hepatite, sífilis e doença de chagas; usuários de drogas; aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos.

Agência Saúde

Anúncios

Read Full Post »

por Leonardo Caruso

Não basta o mocinho da novela ser uma vítima.
Não basta canais de TV focarem seus comerciais em prol da causa.
Não basta os jornais noticiarem dados de suas cidades de exibição, se aumentaram ou se diminuíram os casos.
Não bastam campanhas nas universidades, escolas e bairros .
Precisamos ser conscientes, mesmo naqueles momentos em que tudo o que buscamos é o prazer.

O Laço Vermelho é o símbolo da campanha. fonte: http://nequidnimis.wordpress.com/

Hoje é o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS. A AIDS, resumidamente, é uma doença que ataca o sistema imunológico causando uma vulnerabilidade a outras infecções. Causada por um vírus denominado HIV, tem seu modo de contágio principalmente nas relações sexuais, transfusões de sangue e utilização de seringas e agulhas contaminadas.

E hoje, dia 01/12, não diria que é celebrado ou comemorado, mas divulgado, o dia de combate a essa doença. E nessa onda, novelas tem abordado a questão das doenças sexualmente transmissíveis, a MTV direciona toda sua programação e visual ao tema, jornais e revistas direcionam pelo menos um pauta ao assunto. São ações importantes, mas não suficientes.

Todos nós devemos ser conscientes de que estamos sujeitos a ser vítimas da AIDS, principalmente as pessoas que são sexualmente ativas ou que estão constantemente em contato com sangue. Devemos ter em mente que só nossas ações são capazes de nos prevenir do HIV e de outras DSTs (doenças sexualmente transmissíveis). Só a nossa consciência aliada a nossas atitudes responsáveis ajudam a evitar a contaminação.

Ter sempre uma camisinha a mão e evitar o contato com sangue de pessoas desconhecidas é uma boa forma de ajudar a campanha e manter o vírus afastado. Pode parecer cafona, mas o melhor conselho nessas horas é: Juízo!
Não é nada contra o sexo, mas é que ele pode e deve ser seguro e saudável! Caso você se sinta inseguro ou tenha dúvidas quanto a AIDS, DSTs em geral ou mesmo sobre seu corpo e sexualidade, não hesite em procurar um médico!

De resto, uma boa noite!
E para aqueles que vão responder ao “chamado dos hormônios”, não se esqueçam da camisinha!!!

Read Full Post »