Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘vacinação’

Por Fernanda Cavassana
*Com informações do G1

O Ministério da Saúde anunciou hoje, a nova estratégia nacional contra o vírus Infleunza A. Além do reforço na área de atendimento médico, haverá a vacinação para aqueles que são considerados prioritários: trabalhadores de serviços de saúde que irão atuar no enfrentamento da pandemia e no atendimento dos casos; indígenas; gestantes; pessoas com doenças crônicas e obesidade mórbida; crianças de seis meses a dois anos e adultos de 20 a 29 anos.

O objetivo da vacinação não é evitar a disseminação do vírus, que já está presente em 209 países, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), mas manter os serviços de saúde funcionando e reduzir o número de casos graves e óbitos. A vacinação será em 4 etapas, com uma fase da estratégia voltada para cada grupo específico. As quatro etapas da vacinação terminam antes do início do inverno no país, quando é registrado o maior número de casos de gripe.

Todos os estados receberão um número de doses proporcional à população dos grupos prioritários, os locais de vacinação serão definidos pelas secretárias estaduais e municipais de Saúde.

– Saiba mais sobre a Vacina contra a Gripe A na reportagem de Fernanda Souza

Veja abaixo o calendário estabelecido pelo Ministério da Saúde:

1ª etapa (08 de março a 19 de março)

– Trabalhadores envolvidos na assistência direta ao paciente – médicos, enfermeiros, recepcionistas, pessoal da limpeza e segurança, motoristas de ambulância, equipes de laboratório e profissionais que atuam na investigação epidemiológica;
– População indígena – abrange a totalidade da população que vive em aldeias e será realizada com a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA).

2ª etapa (22 de março a 02 de abril)
– Grávidas em qualquer período de gestação – começam a ser imunizadas neste período e poderão tomar a vacina em qualquer outra etapa;
– Pessoas com problemas crônicos (exceto idosos)**.

3ª etapa (05 de abril a 23 de abril)
– Adultos de 20 a 29 anos

4º etapa (24 de abril a 07 de maio)
A última etapa coincide com a campanha anual de vacinação contra a gripe comum. Nesse período, os idosos serão imunizados para a influenza sazonal, como todos os anos. Se tiverem doenças crônicas, receberão também a vacina contra a gripe pandêmica.

* Crianças de 06 meses a dois anos – deverão receber meia dose de vacina. Elas tomarão outra meia dose na primeira fase da campanha anual de vacinação contra a poliomielite.


Read Full Post »

por Vitor Oshiro

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, 28.924 crianças foram vacinadas contra a poliomielite no sábado (19) . O número representa cerca de 87% da meta de vacinação estipulada para o município.

Mas, quem ainda não levou os filhos para serem vacinados, ainda dá tempo. Devido às chuvas, o prazo foi estendido em toda Unidade Básica da Saúde (UBS) até a próxima sexta-feira (25).

Para saber mais sobre a Poliomelite clique aqui.

Read Full Post »

Por Fernanda Souza

Apesar de todas as notícias que saem sobre a nova gripe, pouco se fala sobre uma possível vacinação. Então, inauguramos a nossa seção de “reportagem” com o tema. Se tudo der certo, a vacinação contra a gripe A deve começar, nos Estados Unidos, no início de outubro. É o que afirmou a secretária de saúde do país, Kathleen Sebelius, na última segunda-feira, 14. No Brasil, o governador do estado de São Paulo, José Serra anunciou, no dia 12, que o Instituto Butantan iniciará  a produção da vacina contra gripe A em janeiro de 2010.

Ao todo, serão 25 as empresas que devem começar a produzir a vacina no mundo. As autoridades americanas se preparam para o bombardeio de informações que podem começar a surgir, tanto sobre efeitos contrários da vacina como sobre complicações de saúde, que vão acabar sendo atribuídas a ela.

O médico pediatra Gerson Zanetta de Lima, coordenador do CRIE – Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais de Londrina, e docente da UEL, diz que toda vacina pode provocar efeitos adversos, e com a da gripe A provavelmente não será diferente, mas um cuidado maior deve ser tomado com as informações. “Nem tudo de ruim que acontece deve ser atribuído à vacina, muitas complicações que ocorrem não têm relação original com ela”, explica.

Entre os efeitos que podem acontecer por causa da vacina estão dor local, febre, desconforto, dor no corpo. E, como explica Zanetta, é uma vacina que não causa a síndrome gripal.

(mais…)

Read Full Post »