Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘vítimas’

por Vitor Oshiro

O Portal Londrix noticiou que a polícia investiga um possível caso de pedofilia em Londrina.

A vítima seria uma garota de dois anos e a avó materna teria percebido o abuso quando dava banho na criança. O principal suspeito é o próprio pai da criança.

Como identificar as vítimas

Apesar da atuação da polícia ser essencial no combate à pedofilia, é necessário que as pessoas próximas às crianças estejam atentas aos sinais apresentados pelas vítimas. O site Todos contra a pedofilia disponibiliza uma cartilha que mostra as principais consequências em vítimas de abusos.

Segundo a cartilha, as crianças atacadas:

– se tornam retraídas,

– perdem a confiança no adulto,

– ficam aterrorizadas, deprimidas e confusas,

– sentem medo de serem castigadas,

– às vezes até sente vontade de morrer,

– perdem o amor próprio,

– têm queda no rendimento escolar,

– apresentam sexualidade não correspondente
à sua idade.

Para baixar a cartilha, clique AQUI.

Para ver a matéria sobre como identificar pedófilos na internete, clique AQUI.

Read Full Post »

por Lígia Zampar

Estudante sofreu queimaduras no rosto após trote violento no interior de SP. (Foto: Silva Júnior/Folha Imagem)

Estamos quase começando o ano letivo de 2010 e mais uma vez, a preocupação com os trotes violentos voltam à discussão.

Em uma universidade de Barretos, interior de São Paulo, sete calouros foram vítimas de trotes hostis na noite desta segunda-feira, quando acontecia o primeiro dia de aula.

Os jovens foram atingidos por um líquido, ainda não identificado, jogado por veteranos, que causou queimaduras e náusea.

Em Londrina, nos trotes do ano passado também foram registrados abuso de violência, mesmo com a proibição dessas atividades pela Universidade.

Para os calouros da UEL de plantão, vale a pena verificar a Legislação da Universidade sobre os trotes e ver também, a Campanha Nacional de Combate e Prevenção ao Trote, lançada pela UEL no último dia 10.

Os telefones do Denúncia-Trote são 3371-4483 e 3371-4363.

Mais informações sobre a Campanha Nacional de Combate e Prevenção ao Trote aqui!

Read Full Post »

Por Fernanda Cavassana

Todo ano, a mesma coisa: chega a quarta-feira de cinzas e são divulgados os balanços policiais, de acidentes nas estradas, de mortes.
Em 2009, no Carnaval, 13 pessoas morreram vítimas de acidentes nas rodovias estaduais. Este ano, foram registradas 15 mortes. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), os dados são referentes aos cinco dias do feriadão, das 18h de sexta-feira (12) até a meia-noite de terça (16).
Apesar de trágicos, os números ainda são menores do que os de 2009 em relação ao número total de acidentes nas estradas. Até ontem, ocorreram 151 acidentes em todo o Paraná, enquanto em 2009, o número registrado foi de 264 até a quarta de cinzas.
O mais trágico ocorreu na madrugada de segunda-feira (15), na PR-090, em Nova Santa Bárbara, 73km de Londrina. Nele, cinco pessoas da mesma família morreram e outras cinco pessoas ficaram feridas, uma, inclusive, gravemente. Entre os mortos, duas crianças: uma com 12 anos e a outra com apenas um ano de idade.

Segundo a PRE, no acidente que ocorreu na altura do km 306, dois veículos de passeio (um Chevette e um Gol) colidiram com uma camionete, por volta das 4h30.

Antes fossem só compostas por festas, fantasias e blocos, as manchetes pós-carnaval. Mas é sempre a mesma coisa. Imprudência, abuso e bebidas marcando o feriadão mais feliz dos brasileiros com tragédias e mortes. Quem sabe um dia isso mude, quem sabe.

*com informações do Portal Bonde

Read Full Post »

por Vitor Oshiro

A tragédia no Haiti foi terrível. Todos falaram das mortes, da destruição, da perda da Zilda Arns. Porém, pouco – ou nada – se fala sobre os animais da região. Confira alguns boletins chupinhados do Blog Quer um Bicho que mostra exatamente isso.

“Reação a Devastação:

13 de janeiro de 2010


Nossos corações estão com o povo do Haiti, para o trauma e perda que eles já experimentaram uma vez que o terremoto atingiu. Agências de notícias de que milhares morreram, muitos ainda estão presos nos escombros de edifícios, e centenas de milhares de pessoas estão sem abrigo, cuidados médicos, ou outras necessidades da vida. Governos e agências humanitárias estão implantando a lidar com o que equivale a um dos piores desastres dos tempos modernos, com o seu impacto agravado pela pobreza crônica, infra-estrutura deficiente, bare-ossos cuidados médicos, e outros problemas que afligem a nação mais pobre do oeste hemisfério.

Quando as pessoas sofrem desta maneira terrível, assim que os animais. HSI, The Humane Society dos Estados Unidos, e da Humane Society Veterinary Medical Association estão trabalhando em uma análise preliminar dos animais do Haiti das necessidades de cuidados, tendo em conta a segurança, transporte, habitação, abastecimento e os desafios que enfrentaria na implantação. Felizmente, uma das nossas equipas veterinário tinha vindo a realizar um programa em uma escola de veterinária na vizinha República Dominicana, quando o terremoto. Nós estamos olhando para determinar se eles podem entrar no Haiti para realizar uma avaliação no terreno. Estamos também a comunicação com agências de ajuda humana, e olhando para cooperar com eles. Uma dificuldade é que não há grupos organizados de bem-estar animal em qualquer lugar do país, e não em abrigos de animais ou escolas veterinárias. Essa falta de infra-estrutura vai complicar qualquer resposta.

(mais…)

Read Full Post »